O trabalho remoto na advocacia depende de uma boa gestão jurídica, para que a qualidade de entregas seja igual ou melhor que a modalidade presencial.

Com o avanço da tecnologia, muitas empresas abandonaram o trabalho excessivo, do modelo workaholic, por jornadas mais flexíveis e temporárias. No universo do direito, muitos profissionais ainda se perguntam se é possível adotar o trabalho remoto na advocacia e, mesmo assim, obter resultados eficazes nos serviços. 

Hoje, vamos conversar sobre esse assunto e te mostrar que é possível modificar o fluxo de serviço dos nossos escritórios para esse modelo e ainda assim conseguir entregar todas as demandas dentro do prazo e com precisão. 

Para isso, você precisa repensar nos processos realizados pela sua empresa, além de fazer uma delegação de tarefas bem estruturada para que toda a equipe esteja alinhada nesse propósito. 

Na atualidade, o que se percebe é que jornadas de serviço mais extensas nem sempre indicam resultados eficazes. O trabalho flexível gera o bem-estar nos profissionais, um aspecto essencial para o crescimento da sua empresa. 

Se você, advogado online, deseja inserir essa nova forma de organização do trabalho dentro do seu escritório de advocacia, não deixe de acompanhar todas as dicas que vamos trazer neste artigo. 

Com a leitura, você vai aprender os obstáculos que podem interferir na aplicação do trabalho remoto na advocacia, além de conhecer técnicas e métodos para implementar esse sistema com mais facilidade. Confira: 

Os 5 principais erros que os advogados cometem no trabalho remoto

A adoção do home office se espalhou pelas empresas do mundo todo. Porém, trabalhar de casa não é tão fácil quanto parece. Sem a organização adequada para implementar o trabalho remoto na advocacia, sua equipe pode ficar perdida e não alcançar os resultados esperados. 

Por isso, antes de iniciar esse sistema na advocacia online, entenda quais atitudes você deve evitar. Elas podem interferir na execução dos serviços e impedir que o trabalho remoto na advocacia seja realmente eficaz. Explicamos alguns desses pontos a seguir: 

1. Falta de gestão adequada de tarefas

A ausência de regras claras no fluxo de trabalho da empresa, unida à falta de alinhamento da equipe em relação às responsabilidades individuais de cada colaborador, é um dos pontos que interfere no sistema remoto do seu escritório. 

Isso faz com que os profissionais fiquem perdidos quanto às tarefas que precisam ser realizadas, diminuindo a produtividade do time como um todo e o desenvolvimento da proatividade nos colaboradores. 

Hoje já é possível fazer a gestão do seu escritório de advocacia por aplicativos e softwares digitais, que facilitam a comunicação entre o grupo e deixam registrado as etapas do fluxo de trabalho. Falamos mais sobre o assunto no vídeo abaixo: 

2. Realização de muitas reuniões desnecessárias

Ao implementar o trabalho remoto na advocacia, é comum que os escritórios se preocupem com manter a interação entre os advogados em home office. Muitos acreditam que a solução para esse desafio é criar uma rotina com várias reuniões online do time. 

Entretanto, é preciso desmistificar essa situação. Encontros virtuais para a distribuição de tarefas e o alinhamento dos profissionais são importantes, mas não se pode perder o equilíbrio nesse aspecto.

Se o trabalho fosse executado presencialmente no escritório não teríamos tantas reuniões. Então, faça encontros apenas quando necessário e planeje a jornada home office dos seus colaboradores da forma mais descomplicada possível. 

3. Falta de definição de rituais da equipe jurídica remota

As distrações no trabalho remoto na advocacia são bem mais frequentes e intensas que no modelo presencial. Por isso, o estabelecimento de metas e processos para a sua equipe torna-se de extrema importância. 

Sem essa definição, corre-se o risco de que atividades importantes não sejam priorizadas, além de aumentar a procrastinação e o adiantamento de tarefas. Tudo isso impacta na produtividade do seu time e na entrega apropriada das demandas. 

4. Tentativa de microgerenciamento dos profissionais durante o trabalho remoto na advocacia

O microgerenciamento está ligado ao controle excessivo dos supervisores às atividades executadas pelos profissionais da sua equipe. É como se eles ficassem o tempo todo querendo verificar a forma que as demandas têm sido executadas. 

Desse modo, tarefas mais importantes para o escritório são deixadas de lado para dar espaço à valorização dos detalhes, que nem sempre são tão relevantes.  

Com o passar do tempo, essa situação gera a perda de confiança entre os profissionais, reduz a produtividade do time, impede a sugestão de novas soluções criativas e inovadoras e aumenta a rotatividade entre os colaboradores. 

No episódio 44 do nosso podcast “Lawyer to Lawyer” conversamos sobre esse assunto, com foco na liderança e na gestão de pessoas para empresas jurídicas, com a Marcela Quint da Aurum. Você pode ouvir esse bate-papo aqui:

5. Não aproveitar o máximo da eficiência que o trabalho remoto pode levar para a sua advocacia

Trabalhar de casa é o momento perfeito para incentivar a autonomia entre os profissionais da sua equipe, permitindo que eles tenham iniciativa para tomar mais decisões e assumir riscos. 

Por isso, desenvolva rituais estruturados, porém flexíveis para sua empresa, que estimulem a busca por inovações para tarefas tradicionais. Dessa forma, você pode encontrar novas soluções e tecnologias que vão impactar nos resultados apresentados pelo seu escritório.

Trabalho remoto na advocacia: como implementar da maneira correta?

Depois de ler os pontos acima, você já notou que não basta apenas aplicar o sistema remoto no seu escritório de advocacia, sem traçar estratégias que vão fazer desse trabalho tão eficiente quanto o realizado em formato presencial. 

Por isso, vamos abordar quatro dicas que você deve implementar no seu negócio para que o modelo home office seja executado com excelência, de modo a trazer praticidade e resultados à sua empresa. Acompanhe: 

1. Defina os procedimentos internos do seu escritório de advocacia

A autonomia é uma das características indispensáveis para a realização do trabalho remoto na advocacia . Contudo, ela só é gerada a partir de um fluxo de trabalho bem estabelecido que permita aos colaboradores executarem os serviços de forma independente. 

Para isso, documente cada etapa da jornada de trabalho do seu escritório, centralizando essas informações em uma plataforma online com o máximo de detalhes possíveis. 

Forneça também modelos de arquivos que são muitos utilizados, padronizando seus serviços e trazendo praticidade na execução dos processos. 

Assim, será possível alinhar seu time quanto à forma de executar os trabalhos, além de facilitar a visualização de pontos que precisam de melhoria. Falamos mais sobre a gestão remota de escritórios de advocacia no episódio 48 do “Lawyer to Lawyer”:

2. Realize uma divisão de tarefas adequada entre os advogados

Depois de delimitar seu fluxo de trabalho, você deve definir os responsáveis por cada etapa. É preciso clareza nesse aspecto, para que uma atividade não seja executada mais de uma vez ou então que alguns colaboradores fiquem sobrecarregados, enquanto outros estão ociosos. 

Estabeleça tarefas para cada membro da equipe, levando em consideração suas habilidades e competências. Não deixe de definir também as datas de entrega dos serviços. O ideal é traçar um plano com objetivos a curto, médio e longo prazo. 

A visualização dessas metas também pode ser registrada em uma plataforma online que todos os colaboradores tenham acesso. Delegar atividades tem o potencial de garantir a qualidade do trabalho e facilitar o acompanhamento dos serviços. 

Não esqueça de incluir metas individuais para os colaboradores que impactem em um objetivo geral a ser alcançado por toda a empresa. Isso é fundamental para integrar o time, mesmo à distância, e incentivar a solidariedade entre os membros.  

3. Defina rituais da equipe para análise de desempenho e busca de melhorias

Apesar da comunicação pelos meios digitais ser muito eficiente, ela ainda não consegue substituir o contato presencial de modo completo. É necessário muita clareza nas orientações para que os trabalhos sejam executados da melhor forma. 

Aproveite ferramentas de videoconferência para conversar com os colaboradores sobre as metas do seu escritório. Use esse momento para analisar o trabalho feito e oferecer feedbacks objetivos com possíveis melhorias a serem acrescentadas. 

Deixe também que cada membro do time apresente suas observações sobre o trabalho que tem sido realizado, permitindo que todos possam opinar e oferecer propostas de soluções para os desafios da empresa. 

Você pode descobrir outras ideias para implementar no trabalho remoto na advocacia no nosso vídeo abaixo:  

4. Defina um canal padrão de comunicação

Para as empresas que trabalham no regime home office, é ideal que exista um canal de comunicação para integrar o time e reunir todas as informações que serão importantes na execução dos projetos. 

Ao invés de fazer comunicados por meios tradicionais e particulares, como o e-mail, prefira as novas plataformas digitais que possibilitam o chat online com a equipe e o agrupamento do conteúdo de forma visível para acesso rápido a qualquer momento. 

Quanto mais acessível for esse canal de comunicação, mais resultados serão obtidos pelo seu escritório de advocacia. É interessante que a ferramenta tenha recursos variados que permitam o contato da forma escrita às videoconferências. 

Também é importante que nesse ambiente digital sejam discutidos exclusivamente assuntos relacionados ao trabalho para não gerar confusão. Mas, não se esqueça de abrir grupos separados para proporcionar momentos de descontração entre os colaboradores de forma a integrar o time.

Ferramentas tecnológicas que podem te ajudar no trabalho remoto na advocacia

O uso de softwares e aplicativos digitais para advogados pode ser muito útil na hora de otimizar a rotina do seu time em home office e desenvolver a produtividade na realização das tarefas. 

Por isso, separamos algumas sugestões de ferramentas tecnológicas que podem te acompanhar no trabalho em casa. Elas foram separadas de acordo com as necessidades mais presentes nessa modalidade de serviço. Confira: 

1. Slack ou discord – para facilitar a comunicação da equipe

Comunicar com eficiência é um dos critérios mais importantes durante o trabalho remoto na advocacia. Então, não deixe de conhecer aplicativos como o Slack e Discord que podem integrar todo o contato dos membros do seu escritório em um único lugar.

Além de permitir a comunicação rápida e direta por meio do chat online, você ainda pode criar grupos de conversa para repassar informações e detalhes de uma área ou projeto específico. 

Também é possível compartilhar arquivos em formatos variados, que vão desde modelos de documentos em texto até conteúdos audiovisuais. O download desses programas pode ser feito para o computador ou nos dispositivos móveis. 

2. Asana, Trello ou Lawgile – para facilitar a gestão das tarefas de forma visual

Você quer organizar o trabalho remoto da sua equipe, mas não sabe como deixar registrada cada etapa do fluxo de atividades da empresa? Use aplicativos como o Asana, Trello ou Lawgile para gerenciar as tarefas do seu time de forma virtual.  

Essas ferramentas são fundamentais para compartilhar informações comuns a todos os membros da equipe de modo bem visual. Assim, você pode colocar os detalhes dos projetos e ainda indicar os responsáveis por cada parte do trabalho. 

Enquanto o Asana e o Trello podem ser usados por qualquer tipo de empresa, o Lawgile é focado na gestão de negócios jurídicos, auxiliando os advogados a implementarem metodologias ágeis na sua rotina.  

3. Google Meet, Microsoft Teams ou Zoom – para realização de reuniões entre os advogados e com cliente

Por vezes, a comunicação realizada nos aplicativos de chat online não é totalmente eficiente para ajustar o trabalho do seu escritório de advocacia ou ainda conversar assuntos importantes com os clientes. 

Nesses casos, aproveite os recursos de videoconferência disponíveis por ferramentas como o Google Meet, o Microsoft Teams ou o Zoom. Com eles, você conversa ao vivo com uma pessoa específica ou um grupo de qualquer lugar. 

Ainda é possível compartilhar a tela, por exemplo, mostrando apresentações em slide com informações úteis ao bate-papo, ou ainda enviar documentos de formatos variados para os participantes durante o manuseio desses aplicativos. 

4. Freelaw – para contratação e gestão de advogados sob demanda

Na advocacia 4.0, seu escritório também pode se beneficiar de plataformas que permitem a contratação e o gerenciamento de uma equipe jurídica por demanda. Essa é uma possibilidade menos complexa do que as negociações convencionais. 
Para isso, use a plataforma da Freelaw, em que você pode indicar os detalhes do seu projeto e encontrar advogados qualificados para atender essa necessidade. Tudo feito de modo seguro e gratuito. Aprenda mais sobre essa ferramenta a seguir:

Como a Freelaw pode te ajudar no trabalho remoto na advocacia?

Sabemos que a vivência do mundo jurídico é muito imprevisível. Às vezes, vamos ter muitos projetos ao mesmo tempo, já em outros momentos não será assim. Cada serviço é muito específico, demandando capacidades de trabalho variadas. 

No trabalho remoto na advocacia, esses imprevistos podem ser ainda mais intensos. Se você adota um sistema tradicional, com advogados contratados, pode ser que acabe ficando engessado diante dessas situações e não consiga atender a todos os serviços diferenciados que aparecerem. 

A solução pode ser a proposta que a plataforma da Freelaw oferece da contratação de advogados online sob demanda para seu escritório de advocacia. Assim, você pode encontrar o profissional ideal para atender ao seu pedido por um custo-benefício compensador e determinado. 

Além disso, nos canais de comunicação digitais da Freelaw existe uma variedade de conteúdos para a formação do seu time jurídico. Neles, vocês podem aprender sobre gestão, marketing e outros temas importantes sobre o universo da advocacia. 

A seguir, trouxemos um exemplo de vídeo que já foi disponibilizado em nosso canal no YouTube sobre o assunto que abordamos nesse trecho do texto. Clique no play para assistir o conteúdo completo: 

Trabalho home office com a mesma qualidade de um escritório físico: relato de experiência de mais de 10 anos de mercado

Para finalizar a nossa conversa sobre o trabalho remoto na advocacia, trouxemos um caso concreto de uma empresa que aplica as estratégias que falamos aqui há 10 anos e que tem alcançado resultados interessantes junto ao seu time. 

Essa é a história do escritório David & Athayde Advogados, que enfrentou desafios variados a cada etapa de implementação do home office para integrar sua equipe à distância e fazer com que o trabalho fosse executado com a qualidade e a precisão semelhante a de uma empresa física.  

Durante esse processo, eles sempre prezaram por formar seus colaboradores de modo que todos entendessem o fluxo de trabalho e aprendessem as melhores estratégias para otimizar os serviços, aplicando principalmente os conceitos das metodologias ágeis. 

Hoje, as demandas do David & Athayde Advogados são feitas totalmente de forma remota com o auxílio de colaboradores que estão espalhados por todo o Brasil e também em outros países. 

Outros detalhes sobre a jornada remota desse escritório estão no bate-papo que fizemos com os sócios Pablo Mourente e Rogério David. Você pode conferir essa conversa no vídeo abaixo: 

Se você gostou das nossas dicas sobre trabalho remoto na advocacia, também vai amar conhecer outros conteúdos que já disponibilizamos por aqui. Eles vão trazer praticidade a sua rotina e impactar no sucesso do seu escritório. 

Para começar, baixe o nosso guia gratuito “Cumpra seus prazos com mais eficiência” agora nesse link e aprimore a jornada de conhecimento do seu time!