Petições online podem ser conseguidas facilmente por meio de modelos na internet. Mas isso não condiz com um trabalho de excelência para o seu cliente, porque cada caso é particular. Já pensou em contratar um advogado sob demanda para elaborar a petições e aliviar a sua sobrecarga de trabalho?

Geralmente quando advogados pesquisam por petições online, eles pensam em buscar modelos prontos na internet para ajudá-los a ser mais eficientes. Escrever uma petição com qualidade, definitivamente, não é uma tarefa fácil porque consome muito tempo, dedicação e estudo dos advogados. E fazer isso em todas as peças do escritório é uma tarefa quase impossível, devido à sobrecarga de trabalho e a rotina do dia a dia.

Nesse cenário, quase todos os escritórios começaram a utilizar modelos prontos de petições ou a rejeitar serviços pela falta de conhecimento técnico em determinas áreas do direito e/ou pela falta de tempo. E isso pode acontecer também porque contratar mais profissionais fixos para conseguirem manter a excelência e agilidade na execução dos serviços jurídicos pode ainda não caber no orçamento.

Por isso, no artigo de hoje, nós iremos além. Além de modelos de petições online, você conhecerá as novas tendências utilizadas por advogados para cumprir prazos com mais eficiência, como diminuir os seus custos fixos e como captar mais clientes. Se isso for uma prioridade para você, fique até o final deste conteúdo.

O que são petições online? E como um advogado pode cumprir um prazo atualmente?

Petições online são alternativas para que você consiga fazer as suas petições por meio da internet. Ainda existem muitos escritórios, principalmente os escritórios boutique, que optam por redigirem suas próprias petições do zero. Dessa forma, os advogados precisam estudar o caso e os documentos do cliente, buscam doutrinas e jurisprudências, definem uma estrutura e, depois de muitas horas (ou dias) de trabalho, finalizam o trabalho.

Naturalmente, depois que uma petição foi finalizada, caso surjam casos similares, o tempo de execução reduz consideravelmente. Além do mais, uma petição “artesanal” é personalizada para cada cliente, sendo o melhor caminho em casos complexos e peculiares.

Por outro lado, o tempo e o custo para redigir peças processuais dessa forma é muito elevado. E quase nenhum advogado possui apenas essa tarefa em sua rotina, sem contar que, em vários casos, o escritório não entende a fundo a matéria daquele caso específico e não possui muita experiência. Nesse cenário, pode ser interessante encontrar outras alternativas para a execução de petições.

Então, quando precisamos cumprir um prazo, temos diversas alternativas: podemos fazer a petição sozinhos, podemos contratar alguém para o nosso escritório e delegar a tarefa, podemos procurar algum parceiro em nossa cidade para nos ajudar ou podemos buscar uma petição online.

Como elas surgiram?

As petições online surgiram com o advento da internet na década de 1990 e com a popularização das redes sociais, mais recentemente, elas ganharam força no meio jurídico. Basicamente, são evoluções dos protocolos que eram enviados por fax. Elas garantem benefícios como: otimizar o tempo, posto que elas podem ser enviadas até o último momento do prazo estabelecido para a realização de atos processuais; evitar extravios, como pode acontecer com documentos somente físicos; permitir a análise simultânea do conteúdo pelas partes envolvidas.

Os modelos de petições online são, ainda, a forma mais conhecida de elaboração de serviços jurídicos neste formato e, por isso, começaremos explorando essa alternativa.

As melhores formas de encontrar modelos na internet

Hoje, já existem diversos sites com banco de petições, como o ModeloInicial e o Petição Original. Elas podem ser adquiridas pela internet de forma gratuita ou paga, basta pesquisar no Google o tema que você precisa de ajuda e você encontrará diversas opções em quase todas as áreas do direito. Contudo, é de extrema importância que você adapte os modelos ao caso concreto do seu cliente, para evitar erros.

Quais são os prós de se utilizar modelos de petições online prontas?

  • Otimização e economia de tempo;
  • Utilização de conhecimento adquirido por advogados capacitados;
  • Teses jurídicas já desenvolvidas.

Entretanto, é preciso ter bastante cuidado ao confiar cegamente em um modelo encontrado na internet.

Quais são os contras de se utilizar modelos de petições online prontas?

  • Os modelos de petições online são geralmente genéricos;
  • Exigem uma análise crítica do advogado para realização de adaptações ao caso concreto do cliente;
  • Se utilizadas cegamente, certamente haverão prejuízos aos interesses do cliente e, consequentemente, redução dos honorários advocatícios de sucumbência;
  • O advogado deve assumir o risco de ser responsabilizado civilmente pelos danos que poderá causar ao seu cliente se utilizar um modelo de forma equivocada.

Por fim, ainda que a fonte do modelo seja confiável, é essencial que o advogado pesquise o tema e identifique se houve alguma atualização jurisprudencial ou doutrinária sobre aquele assunto.

Além dos modelos, existem outras alternativas que podem ser mais interessantes.

Contratação de advogado sob demanda para elaboração de petições online

Naturalmente, quando há um excesso de demandas solicitadas ao escritório, pode ser necessário contratar mais advogados. E, caso o escritório encontre pessoas qualificadas e comprometidas, essa pode ser uma boa forma para manter a qualidade e agilidade na execução de serviços jurídicos.

Ocorre que as contratações implicam em aumento dos custos fixos, o que pode não ser interessante, principalmente em casos que a quantidade de serviços que o escritório recebe oscila muito durante os meses. Além disso, caso o escritório não oriente e desenvolva os advogados da equipe jurídica de forma adequada, a qualidade e a agilidade podem ficar aquém do esperado.

Fatores como a sobrecarga do advogado com diligências que não são de sua especialidade e o prazo para atender as demandas imediatas dos clientes geram um clima característico de insatisfação dentro dos escritórios. Neles, os advogados também sempre estão estressados e insatisfeitos com a gestão e com procedimentos internos. Isso gera baixa produtividade e, consequentemente, uma entrega de demandas nas quais o cliente jamais será atendido como esperava.

Nesse contexto, percebe-se que ambas as alternativas causam problemas para os advogados e a maioria dos escritórios de advocacia não têm:

  • Tempo e/ou a especialidade técnica para redigir todas as petições com agilidade e qualidade;
  • Recursos financeiros e/ou não desejam contratar mais advogados para sua equipe de forma definitiva.

Sabemos que é difícil encontrar advogados capacitados para fazer as petições online para você imediatamente. Por isso, a dica que damos é fazer testes e registrá-los em uma tabela para que você tenha controle de quem solicitar quando for necessário. Coloque as seguintes colunas:

  1. “Profissional responsável” – coloque o nome do profissional e detalhes como o nível de experiência dela, “júnior” ou “sênior”, a especialidade “direito trabalhista”, “direito tributário”…
  2. “Descrição do serviço” – para preencher qual é a demanda proposta e relacionada ao perfil daquele profissional, como “petição inicial”, “demandas complexas”, “processos relacionados ao direito tributário”…
  3. “Orientações jurídicas” – escreva a forma como você espera que o serviço seja feito, seja bem específico, ensine, aponte o que você gosta e o que não gosta, descreva a formatação preferida, o modelo, o tipo de petição…
  4. “Prazo para execução” – coloque o período de tempo no qual você precisa das petições concluídas, lembrando-se sempre de gerir bem o tempo reduzindo os riscos e contando com imprevistos;
  5. A quantia em dinheiro que será negociada pelo serviço deve ser colocada em “valor”. Aqui você deve levar em conta quanto custa cada petição feita no seu escritório de acordo com o salário dos advogados do seu escritório, por exemplo, e também a margem de lucro;
  6. E, por fim, no espaço “documentos” coloque o que você já tem para auxiliar o advogado.

Essa organização em tabela poderá te dar um panorama de com quem você deve entrar em contato à medida em que surgirem novas demandas.

Caso você queira visualizar a tabela proposta em vídeo, recomendamos que assista:

Erros comuns dos advogados ao utilizarem as petições online

Ao não contratar um advogado sob demanda para a elaboração das petições online e você optar por procurar por sua conta alguma na internet, saiba que você vai correr riscos, ainda mais se não for algo da sua especialidade. Então, elencamos alguns erros comuns que advogados e advogadas podem cometer:

  1. Não definirem um procedimento eficiente de gestão e delegação de tarefas: atividades e processos mal definidos e não-padronizados, além de querer “abraçar” todas as atividades do escritório, geram desperdício de tempo, de pessoal e de dinheiro no escritório.
  2. Desconhecimento de todas as opções de petições online que existem: existem muitos tipos de petições e cada uma conta com especificidades as quais o profissional do direito precisa abordar. Tentar realizar essa tarefa sozinho, inclusive quando o assunto não é a sua especialidade, pode ser bastante complicado;
  3. Dificuldades na precificação: o preço a ser pago pela contratação do serviço de um advogado para escrever uma petição deve ser justo. Outra vez, reiteramos que você analise o quanto no seu escritório custa cada petição, a margem de lucro que pode ser obtida e negocie esse valor com o profissional;
  4. Se contentarem apenas com modelos de petição: no subtítulo acima “as melhores formas de encontrar modelos de petições online”, listamos os pontos negativos de se limitar ao uso das petições prontas. Então, fique atento a eles para que você não cause dano ao cliente e nem ao seu escritório.

Existe uma nova alternativa para executar serviços jurídicos que pode solucionar os seus problemas, por meio da tecnologia. A Freelaw pode ser uma saída para evitar esses erros, já que os nossos parceiros são escolhidos de acordo com a demanda e sua experiência, ou seja, o Freelawyer só realizará a demanda se ele tiver conhecimento na área e se puder se comprometer a entregar um serviço de qualidade no tempo solicitado pelo cliente.

Conheça a Freelaw: a forma mais segura para contratar advogados sob demanda

Uma nova possibilidade que surgiu na advocacia 4.0 é a execução de petições online, com a Freelaw.

Os mesmos tópicos abaixo estão listados em vídeos curtos em uma playlist. Clique aqui para acessá-la.

O que é a Freelaw? Como funciona?

A Freelaw é uma Lawtech que promove parcerias jurídicas online sob demanda para execução de petições, contratos e consultas.

Na prática, você consegue se conectar com advogados de diferentes especialidades e com diferentes níveis de experiência, de acordo com a sua necessidade. Por exemplo: em alguns casos você pode estar precisando de um apoio pontual de um advogado júnior em uma questão da área cível; em outro, você pode estar precisando de um apoio pontual de um expert da área ambiental.

Ou seja, se você esteja sem tempo para executar todos os serviços, você consegue contratar alguém para escrever uma petição inicial ou um recurso especial, por exemplo. E, da mesma forma, caso você não tenha domínio de um assunto, você pode contratar um advogado especialista naquela área para te ajudar a entregar o melhor serviço para o seu cliente.

Quais são os primeiros passos para contratar os profissionais?

Agora, é possível aumentar o tamanho de sua equipe jurídica, sem aumentar a sua estrutura e auferir os seguintes benefícios:

  • Redução de custos fixos do seu escritório;
  • Aumento na captação de clientes e serviços (por meio do aumento do portfólio de serviços que o escritório oferece aos seus clientes);
  • Manutenção e melhoria da excelência e agilidade na execução dos serviços jurídicos.

Saiba como proceder para solicitar um serviço, é bem simples:

  1. Você entra no site, clica no botão do Menu Superior: “Peça um Serviço Jurídico”;
  2. Na sequência, você envia as orientações do serviço, o prazo que deseja que seja entregue e uma proposta de valor (caso prefira, você pode deixar a proposta em branco e aguardar propostas de outros profissionais);
  3. Depois disso, o algoritmo da Freelaw buscará os 05 melhores profissionais para aquele serviço, de acordo com a complexidade e a área do mesmo;
  4. Em seguida, os profissionais poderão aceitar a proposta enviada, enviar alguma contraproposta e/ou pedir esclarecimentos;
  5. Nesse momento, a Freelaw encaminhará as propostas e os perfis dos profissionais (com a descrição de sua experiência profissional e acadêmica e, também, a avaliação na plataforma de outros serviços já executados);
  6. O escritório analisará os perfis e as propostas e escolherá um dos profissionais;
  7. O profissional iniciará a execução do serviço e o sistema da Freelaw enviará alertas para garantir que o profissional cumpra com o prazo acordado;
  8. Depois que o profissional enviar o serviço finalizado, o escritório terá o prazo de 05 dias úteis para pedir revisões, esclarecimentos e/ou modificações;
  9. Ao final, as partes aprovam o serviço e avaliam a experiência na Freelaw.

O que acontece depois que você realiza a solicitação de um serviço?

Após a solicitação de um serviço, você vai escolher um profissional e ter acesso ao perfil dele. Então, é muito importante que você se certifique que todas as informações necessárias foram devidamente enviados. Os prazos serão cumpridos conforme foram estipulados: quando receber o serviço, você terá sete dias para analisar; caso queira alterações, o profissional contratado tem quatro dias para te responder.

Durante toda a execução do serviço, há um chat disponível e privado para que as partes se comuniquem. Ainda, a Freelaw está sempre à disposição para resolver qualquer problema que surgir, com o objetivo de conseguimos juntos o melhor resultado! E você pode – e deve – avaliar o serviço prestado ao final. Esteja ciente a essas regras!

Como funciona a precificação de serviços na Freelaw?

A Freelaw não interfere nos valores combinados entre os profissionais.

Quando o prestador de serviços se cadastra na plataforma, ele informa o valor por hora que deseja receber. O contratante também pode elencar as mesmas informações, ou seja, quanto ele pode pagar por hora, além do tempo que ele acredita ser necessário para cumprir aquela demanda. Feito isso, o sistema inteligente da Freelaw cruzará os dados e fará um “match” entre as partes. Com base nisso, os profissionais podem negociar a proposta final para que ela possa ser fechada, acrescentando uma pequena taxa de uso da plataforma.

Como a Freelaw gera segurança na contratação de advogados?

Talvez você esteja em dúvidas em relação à segurança do funcionamento do intermédio feito pela Freelaw. Atenção então para os tópicos:

  • Contratante: você vai inserir as suas preferências de formatação, anexar modelos para cada tipo de serviço, preencher detalhes de acordo com o serviço solicitado;
  • O “match” inteligente: isso é feito com base em cruzamento de dados. Então, pode ser que o advogado indicado não seja o com mais anos de mercado, mas será o mais adequado, levando em conta a especialidade e as experiências que são necessárias para a complexidade daquele serviço;
  • Análise dos perfis e das propostas: você pode conversar com os profissionais indicados e verificar o perfil de cada um deles. Essa será uma escolha sua e a Freelaw pode te ajudar caso surjam dúvidas;
  • Recebimento do serviço: dentro do cumprimento dos prazos, você pode analisar e revisar os serviços, para solicitar modificações, caso sejam necessárias;
  • Avaliação da experiência na Freelaw: é por meio do feedback que você nos ajuda a construir um serviço melhor entre advogados;
  • Orientações e processos claros: a Freelaw sempre estará disponível para prevenir quaisquer problemas que surgirem ao longo desse processo.

Como delegar e gerenciar serviços em maior escala na Freelaw?

Toda a tecnologia da Freelaw foi desenvolvida para gerar mais confiança e segurança na relação entre advogados. Por isso, você pode acompanhar o andamento do serviço dentro da plataforma, por meio de um software de gerenciamento de tarefas. Trata-se de um quadro altamente interativo, para que você tenha a clareza de que o que você solicitou está sendo feito dentro dos prazos estabelecidos.

A Freelaw é um sistema de parcerias desenvolvido para que você fique no controle de tudo, de forma mais estratégica, e receba o serviço no prazo que quiser, de acordo com as orientações enviadas.

A Freelaw não é uma terceirização e também não é uma plataforma de correspondentes jurídicos, definitivamente.

Quer contratar advogados para executarem petições online por meio da Freelaw? Cadastre-se em nossa plataforma.