Alguns escritórios de advocacia utilizam modelos de petição para agilizar o serviço, diminuir a sobrecarga de trabalho e conseguir atender a clientes em mais áreas do direito.

Os escritórios que optam por executar todos os tipos de petição, sem consultar modelos, contam com equipes grandes de advogados e estagiários.

Ou são os chamados escritórios boutiques, que mantêm estruturas mais enxutas e exercem a advocacia de forma “artesanal”, exclusiva, para um número limitado de clientes (por opção).

Essas são formas de conseguir manter a excelência e também a agilidade na execução dos serviços jurídicos, sem perder a personalidade de cada serviço entregue pelo escritório. Correto?

No entanto, nessas três estruturas de escritório citadas, os advogados, às vezes, ainda rejeitam demandas pela falta de conhecimento técnico em algumas áreas do direito ou pela falta de tempo…

Isso, porque: nem sempre os modelos ou mesmo a mobilização da equipe jurídica para realização de determinada petição garantem a excelência e a agilidade no serviço… e a única opção acaba sendo rejeitar novos serviços e clientes.

Mas qual e melhor alternativa para garantir esses dois pilares na execução de petições?

No artigo de hoje, revelaremos como a inovação e a tecnologia possibilitam a execução de uma petição de forma mais eficiente.

[rock-convert-pdf id=”76886″]

Petição e tecnologia: como trazer eficiência ao seu escritório

peticao

Sabe-se que as petições e documentos jurídicos fazem parte da rotina dos advogados. Alguns advogados entendem que “elaborar uma boa petição” seria o core business da advocacia.

Mas será que o ponto principal para os clientes é a “boa petição” do escritório?

Para os advogados mais inovadores, as petições são apenas um meio para se atingir um fim: satisfação do cliente.

E, nem sempre, satisfação do cliente está ligada ao resultado conseguido (por meio de uma boa petição).

Pelo contrário, um atendimento diferenciado ao cliente, com estratégias de comunicação efetivas e de sucesso do cliente, podem ser mais satisfatórias do que um resultado positivo.

Como assim?

Muitas vezes, o escritório atinge um resultado positivo, mas não consegue atender bem o cliente durante todo o andamento processual.

Nesses casos, mesmo com o resultado final positivo, o cliente pode ficar com uma “má impressão” sobre o escritório, porque ficou desamparado durante toda a sua jornada. E, nas próximas oportunidades, o cliente pode escolher outro escritório para atendê-lo.

Em suma, executar uma “excelente petição” pode significar, em algumas estruturas de escritório, menos atenção e cuidado com o cliente.

Isso, porque elaborar uma petição da melhor forma possível (com a melhor estrutura e fundamentos) consome muito tempo e energia do advogado. Exige foco – ou seja, nada de interrupções para que o raciocínio flua bem.

Assim, a elaboração de petições consome a maior parte do tempo do advogado.

Além do tempo gasto operacionalmente, ter uma equipe jurídica para auxiliar nessa tarefa nem sempre é possível, em razão dos altos custos envolvidos. Ou quando é possível, nem sempre a equipe será do tamanho necessário ou desejável.

Os gastos com a equipe jurídica são um dos maiores custos fixos do escritório e esses gastos nem sempre podem ser aumentados…

O resultado é: advogados mais focadas em execução e menos em estratégias e nos próprios clientes.

Mas como otimizar a elaboração de uma boa petição no escritório?

Os modelos petição que representam a “suposta” vantagem de otimizar o tempo, não é verdade?o

Mas, na realidade, esses modelos acabam demandando bastante cuidado para a revisão do conteúdo e para adequação ao caso específico.

Os modelos de petição online são genéricos e exigem uma análise criteriosa do advogado. E, justamente por essa razão, muitos escritórios optam por não utilizá-los.

Do mesmo modo, os modelos criados pelo próprio escritório nem sempre funcionam, em razão das especificidades de cada caso e da infinidade de casos que surgem ao longo da advocacia, que exigem estudo e pesquisa.

Assim, pensa-se que a única alternativa possível é ter uma equipe focada na redação de uma boa petição, para cada caso…

E retorna-se ao ciclo: mais operação e menos estratégia.

Nesse contexto, percebe-se que ambas as alternativas causam problemas para os advogados e escritórios de advocacia.

Contudo, com o avanço da tecnologia, há novas possibilidades de execução de serviços jurídicos, que podem solucionar esse impasse.

O uso da tecnologia para trazer mais eficiência para a execução de serviços jurídicos

peticao

As inovações tecnológicas trouxeram novas possibilidades para otimizar a execução de serviços jurídicos nos escritórios de advocacia.

Com essas novas possibilidades, a solução do problema referente ao tempo gasto para a elaboração de uma boa petição vai além da dicotomia: ou utilizar modelos ou ter uma equipe interna para isso.

As Lawtechs introduziram uma série de recursos e ferramentas que podem auxiliar os advogados nessa tarefa.

Como exemplos, há as ferramentas de jurimetria, que auxiliam os advogados a entenderem melhor o posicionamento de juízes e tribunais, a automação de documentos, que permitem a execução de petições repetitivas, de forma inteligente e a Freelaw.

Como a Freelaw pode te ajudar a fazer uma boa petição de forma eficiente

peticao

Sabe-se que, além do tempo consumido para a elaboração de peças, nem sempre os advogados possuem a expertise necessária para elaborar a melhor petição possível, em determinada área do direito.

Por isso, a melhor forma de elaborar essa petição pode ser, simplesmente, contando com a ajuda de um advogado especialista, que possui a disponibilidade e conhecimento necessários para tanto.

Nessas situações, a Freelaw promove parcerias jurídicas entre advogados de diferentes especialidades e níveis de experiência.

Deste modo, é possível desenvolver uma boa petição, em qualquer área do direito, sem a necessidade de modelos ou de mobilização da equipe jurídica interna para isso.

Em resumo, como funciona?
  • O advogado envia um serviço jurídico por meio da Freelaw (com as orientações, áreas, perfil do profissional desejado, prazo)
  • A Freelaw encontra os melhores profissionais com disponibilidade e interesse em atender o serviço, de acordo com as especificações
  • O advogado escolhe o parceiro que o auxiliará na execução do serviço
  • No prazo acordado, o advogado recebe o serviço finalizado e pode pedir revisões e esclarecimentos
  • O advogado avalia a execução do serviço e a experiência na Freelaw e realiza o pagamento

Dessa forma, é possível:

  • Estar no controle da execução da petição;
  • Reduzir os custos fixos do escritório com aumento da equipe jurídica interna;
  • Aumentar a captação de clientes e serviços (por meio do aumento do portfólio de serviços e das áreas de atuação);
  • Garantir e melhorar a excelência e agilidade na execução dos serviços jurídicos do escritório.

Assim, dá-se “adeus” ao dilema de se valer de modelos ou de ter uma equipe jurídica interna especializada para executar todo tipo de petição…

Por outro lado, dá-se “boas-vindas” à dedicação às questões estratégicas do escritório e ao sucesso do cliente – que é o realmente deve ser o foco e o core business dos escritórios de advocacia 4.0.

Quer contratar advogados para executarem petições online por meio da Freelaw? Cadastre-se em nossa plataforma.