Um sonho de todo advogado é que surja uma petição inicial pronta, instantânea, adaptada ao contexto fático do seu cliente e com a qualidade necessária para que o protocolo seja realizado. Não a toa, cresce a busca por modelos de petição para suprir a falta de tempo do profissional em elaborar uma do zero.

Nesse cenário, o advogado não precisaria investir o seu tempo na elaboração das petições e conseguiria cuidar de outras atividades mais estratégicas do seu escritório.

Ele poderia começar a solucionar problemas importantes de gestão, quiçá elaborar um planejamento estratégico ou desenvolver uma nova estratégia de marketing jurídico.

Essa “vida dos sonhos” pode estar mais perto da sua realidade do que você imagina.

No artigo de hoje analisaremos 03 maneiras para conseguir uma petição inicial pronta na internet:

  1. Modelos de petição inicial (é só buscar no Google);
  2. Soluções de automação de documentos jurídicos;
  3. Petições personalizadas via parcerias jurídicas online e sob demanda.

Quais os prós e contras de cada uma dessas alternativas? Será que alguma dessas soluções podem ser adequadas para o seu caso concreto?

Fique até o final do artigo e descubra!

[rock-convert-pdf id=”76898″]

1. Modelo de Petição Inicial pronta na web

petição inicial pronta

A forma mais comum e “óbvia” de se obter uma petição inicial pronta é por meio de bancos de modelos na internet.

Por exemplo, o site Modelo Inicial oferece um banco de petições, com diversas teses jurídicas, para que o advogado escolha os pontos que mais adequam ao seu caso.

O advogado escolhe quais fundamentos utilizar e obtém uma petição inicial pronta (ou, para grande parte dos advogados, não tão pronta assim…). Mas para ter acesso a um número maior e mais completo de petições iniciais e teses jurídicas, é necessário pagar uma mensalidade.

Outro exemplo é o portal JusBrasil, em que os próprios advogados publicam modelos de petição inicial, para que os outros colegas possam se espelhar…

Os prós

As maiores vantagens dos modelos são a economia de tempo gerada e o acesso instantâneo ao documento, além da possibilidade de acesso a uma série de fundamentos e pedidos – típicos de determinados tipos de petição. O advogado pode obter insights e novas ideias de fundamentações a partir de modelos prontos.

Os contras

Uma das maiores desvantagens desses modelos é a impessoalidade.

Os modelos de petição inicial (e de outras peças) não exprimem a marca pessoal do advogado e, geralmente, são crus. Muitas vezes exigem dispêndio de tempo para acrescentar mais informações específicas sobre o caso e mais fundamentação – doutrina e julgados.

Para os advogados mais detalhistas, o modelo de petição inicial pronta pode servir como um “norte”, mas nem sempre solucionará o problema: o advogado ainda gastará seu precioso tempo elaborando grande parte da peça.

Com a correria do dia-a-dia, é ideal que a petição inicial pronta esteja completa e adaptada ao caso concreto. Isso é parcialmente possível através de automação de documentos, e completamente possível através de parcerias jurídicas.

2. Soluções de Automação de Documentos Jurídicos

petição inicial pronta

Outra forma para obter uma petição inicial pronta são as soluções de automação de documentos. Como exemplo dessa prática, vale citar as Lawtechs: Netlex e Lexio.

As soluções permitem que escritórios e empresas criem e gerenciem documentos jurídicos, como contratos, petições, etc.

O usuário preenche os dados sobre as partes e esses se encaixam automaticamente ao modelo desejado – constante em um banco de modelos proporcionado pela solução e personalizável pelo próprio escritório ou empresa.

Incrível, não é?

Vantagens da automação de documentos

A principal vantagem da utilização dessa tecnologia é economia de tempo gerada, especialmente, pelo fato de que o advogado não precisa trocar as informações das partes de cada modelo de petição manualmente.

A solução providencia isso de forma fácil, interativa e, por fim, gera a petição inicial pronta.

Outra grande vantagem é possibilidade de criação de modelos de petição próprios do escritório.

Ou seja, não há o problema da impessoalidade como acontece com os modelos de internet!

Desvantagens desse modelo

A desvantagem é que, se o advogado deseja obter a petição inicial pronta, de acordo com suas preferências, ou modo de escrita próprio, ele deverá gastar grande parte do tempo, inicialmente, personalizando os modelos da solução.

Outra desvantagem é que os custos dessas soluções de automação de documentos ainda podem ser altos para alguns portes de escritório…

Por fim, nem sempre os modelos de petição inicial pronta – já existentes nos bancos de dados do escritório – não vão solucionar o problema.

Muitas vezes, haverá petições mais complexas, com maiores necessidades de pesquisa e de fundamentação para elaboração, por mais que se tenha como base um modelo…

3. Parcerias jurídicas online e sob demanda

petição inicial pronta

Por fim, a Freelaw também pode te ajudar a obter uma petição inicial pronta, através de parcerias jurídicas online, com segurança e agilidade, quando o advogado não possui expertise ou tempo para executar determinado tipo de petição.

Em resumo, o advogado solicita ajuda para execução de um serviço específico, por meio da plataforma, e a Freelaw encontra os profissionais mais adequados para ajudá-lo, levando em conta fatores como a área do serviço e a necessidade do advogado (qual a experiência necessária para realizar o serviço?).

É possível se conectar com advogados com diferentes especialidades e níveis de experiência. Como resultado, você obtém uma petição inicial pronta em um prazo hábil, sobre qualquer área ou tema, com teses jurídicas atualizadas e bem fundamentadas. Parece mágica? Não é, e também não envolve o uso de modelos: é tecnologia e inovação!

Os prós de utilizar a Freelaw

Além da economia de tempo gerada ao advogado, ele poderá ter acesso a profissionais de outras especialidades que não tem domínio.

Outra vantagem é que você pode enviar orientações personalizadas sobre escrita, estrutura desejável da petição inicial, prazo e outras demandas.

Vale citar que o pagamento é sob demanda e é possível pedir revisões para que o serviço fique do jeito que o advogado precisa.

Por fim, como a parceria é por ato, não há qualquer vinculação com o profissional escolhido para uma demanda. Portanto, caso não sinta uma boa conexão com um profissional, em uma próxima contratação você pode escolher outro.

Os contras

Não vamos ser enganosos e dizer que não há desvantagens. A intenção principal, aqui, é ajudá-lo a fazer uma escolha que faça sentido para suas necessidades.

Em relação à Freelaw, a principal desvantagem é que o acesso à petição não será instantâneo, pois o documento será elaborado por outro advogado – especialista na área. Por isso, o ideal é que o serviço seja solicitado com um pouco de antecedência (recomendamos o mínimo de um dia).

Além disso, a qualidade da petição inicial depende das orientações enviadas pelo solicitante. Quanto mais detalhes e especificações você incluir na solicitação, melhor ficará a peça. Essa elaboração da requisição pode exigir alguns minutos de seu tempo — mas provavelmente seria bem menos do que o tempo gasto readaptando modelos prontos de petições.

E aí, viu como a Freelaw pode te ajudar a obter uma petição inicial pronta?

Junte-se a outros advogados e cadastre-se na plataforma para ter acesso instantâneo a um modelo ágil e inovador de advocacia sob demanda.