Modelo de apelação criminal: como elaborar o melhor?

O modelo de apelação criminal é usado para reexaminar sentença condenatória ou absolutória prolatada por juiz de primeiro grau (a quo) nos autos de ação criminal.
Modelo de apelação criminal: como elaborar o melhor?

Compartilhe

O modelo de apelação criminal é usado para reexaminar sentença condenatória ou absolutória prolatada por juiz de primeiro grau (a quo) nos autos de ação criminal.

O Direito Processual Penal “é o conjunto de princípios e normas que regulam a aplicação jurisdicional do Direito Penal, bem como as atividades persecutórias da Polícia Judiciária, e a estruturação dos órgãos da função jurisdicional e respectivos auxiliares” (MARQUES apud SERRAVALE, 2011). 

É sabido que para todo advogado o tempo é um recurso precioso, posto que, em meio a tantas atividades executadas durante sua rotina de trabalho, é preciso organizar a rotina de forma efetiva para que seja possível dar conta de todas as diligências a serem cumpridas.

Uma das maiores preocupações dos advogados é, sem dúvidas, conseguir cumprir os prazos processuais, tendo em vista a quantidade de processos que acompanham diariamente.

Tratando-se de advocacia criminal, e mais precisamente, de processo penal, é preciso estar atento aos prazos estabelecidos, pois muitas vezes são mais curtos que os prazos dispostos no processo civil, como o prazo para apelação criminal.

Leia também “Recurso ordinário: o guia para fazer a melhor petição na advocacia

O que é apelação criminal?

É um recurso previsto no Código de Processo Penal, no artigo 593 e tem como principal objetivo o reexaminar matéria já apreciada em sentença definitiva ou com força de definitiva, bem como, em decisões do Tribunal do Júri em casos especificados na lei.

Para o professor Aury Lopes Jr., a apelação “é um meio de impugnação ordinário por excelência (podendo ser total ou parcial), que autoriza um órgão jurisdicional de grau superior a revisar, de forma crítica, o julgamento realizado em primeiro grau”.

Logo, trata-se de uma maneira da parte prejudicada pela decisão proferida na fase de conhecimento, em primeira instância, poder recorrer e obter uma nova chance de decisão mais benéfica em grau superior, podendo até anular ou substituir em sua totalidade a decisão do juiz proferida na primeira instância.

Modelo de apelação criminal: prazos

Diferentemente do direito processual civil, onde o recurso de apelação é cabível em até 15 (quinze) dias da decisão, no processo penal este recurso é cabível no prazo exíguo de 05 (cinco) dias, conforme disposto no artigo 593 do Código de Processo Penal.

Já o prazo para a apresentação das razões e contrarrazões de apelação criminal é de 08 (oito) dias, a contar da data da intimação da parte.

É preciso que o advogado se atente a estes prazos, posto que, uma vez perdidos por motivos injustificáveis, será irreversível o que pode vir a gerar bastante prejuízo à parte interessada.

Qual é o cabimento da apelação criminal?

Antes de começar a elaborar uma apelação criminal, é necessário analisar tal cabível na situação existente.

De acordo com o art. 593 do Código de Processo Penal, são apeláveis as seguintes decisões:

I – das sentenças definitivas de condenação ou absolvição proferidas por juiz singular; 

Essa modalidade de apelação é a mais comum do cotidiano forense em esfera criminal, posto que sua aplicação ocorre sempre que o Juízo de primeiro grau profere uma decisão definitiva com o intuito de condenar ou absorver o réu;     

II – das decisões definitivas, ou com força de definitivas, proferidas por juiz singular nos casos não previstos no Capítulo anterior;   

Essa aplicação do inciso II, possui caráter subsidiário, pois somente deverá ser interposta em desfavor das decisões definitivas ou com força de tal quando não for cabível o Recurso em Sentido Estrito – RESE.           

III – das decisões do Tribunal do Júri, quando:          

a) ocorrer nulidade posterior à pronúncia;          

b) for a sentença do juiz-presidente contrária à lei expressa ou à decisão dos jurados;                

c) houver erro ou injustiça no tocante à aplicação da pena ou da medida de segurança;                 

d) for a decisão dos jurados manifestamente contrária à prova dos autos.             

Logo, percebe-se que o Código de Processo Penal é taxativo quanto ao cabimento deste recurso, devendo ser aplicado apenas nas hipóteses previstas na lei.

Por outro lado, nota-se que as hipóteses de cabimento do recurso de apelação contra as decisões proferidas pelo Tribunal do Júri são restritivas e expressamente elencadas no artigo 593, III do Código de Processo Penal.

Leia também “Denúncia no processo penal: o que você precisa saber

Qual a importância da apelação criminal na prática?

Para além das explanações técnicas ventiladas ao longo deste artigo, é preciso frisar a importância deste recurso na prática.

Imagine um processo penal onde seu cliente foi condenado pelo juiz de primeiro grau a cumprir 13 anos, 7 meses e 33 dias de pena restritiva de liberdade, começando seu cumprimento no regime fechado, por prática de crime hediondo. Considere que tal pena foi a pena máxima solicitada pelo Ministério Público e acatada pelo juiz. Uma vez proferida a decisão do Magistrado e devidamente publicada, começa a contagem do prazo processual de 05 (cinco) dias para interposição do recurso. Caso o advogado não se atente a esse prazo e venha a interpor o recurso de forma intempestiva, o mesmo não será apreciado pelo grau superior o que acarretará em prejuízos sérios ao cliente.

Note que o recurso de apelação na esfera criminal, está diretamente ligado à vida/liberdade de um indivíduo, que a exemplo da situação hipotética descrita acima, poderia vir a ter sua pena diminuída em grau de recurso, acarretando em medida mais benéfica para seu cumprimento de pena.

Como fazer uma boa apelação criminal?

Agora vamos aprender a elaborar o modelo de apelação criminal, para que você não se sinta inseguro quando for fazer o seu.

Um bom modelo de apelação criminal é fundamental para se conseguir decisão mais benéfica à parte prejudicada.

Lembrando que se trata de uma estrutura básica, devendo ser analisada a situação de cada cliente individualmente, para que os fundamentos sejam utilizados de maneira adequada. Portanto, é imprescindível que o profissional a realizar a elaboração dessa peça processual seja um profissional capacitado, para que não falte nenhum requisito nem fundamento legal na sua propositura.

  • Para onde devo endereçar?

Via de regra as razões de apelação são apresentadas perante o juízo “a quo”, no entanto, o artigo 600, parágrafo 4º, do Código de Processo Penal prevê a possibilidade de apresentar as razões diretamente no tribunal “ad quem”.

  • Cabimento

No seu modelo de apelação criminal, você deve obedecer o disposto no art. 593 do Código de Processo Penal.

  • Prazo

05 (cinco) dias para interposição da apelação e 08 (oito) dias para apresentar razões e contrarrazões.

Leia também “A queixa-crime e suas especificidades na sistemática do processo criminal

Como elaborar o melhor modelo de apelação criminal?

Tendo em vista o dia a dia corrido dos advogados face sua rotina de trabalho bastante complexa, a Freelaw disponibiliza em sua plataforma profissionais capacitados e dedicados à resolução e elaboração de petições diversas, visando auxiliar outros advogados na organização e eficácia das suas demandas. Isso inclui um ótimo modelo de apelação criminal.

Assim, você que não possui o tempo hábil necessário para elaboração de recursos ou outras peças processuais, pode contratar um profissional especialista na área que necessita para que tenha a prestação adequada do serviço. E isso pode ser feito por meio da assinatura de serviços jurídicos, de modo a não impactar no seu custo fixo com uma contratação, caso essa não seja a intenção do seu escritório.

Entenda melhor no vídeo abaixo e, em seguida, faça o seu cadastro gratuito na nossa plataforma, clicando aqui.


Referências

SERRAVALE, Amanda. Direito Processual Penal. 2011. Disponível em: https://www.webartigos.com/artigos/direito-processual-penal/62003 Acesso em: 15 abril. 2022.

Direito Processual Penal. Aury Lopes Jr. 18ª edição – São Paulo. Saraiva, 2021. p. 1114.

Inscreva-se em nosso Blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

Artigos em destaque

Cadastre-se agora e obtenha acesso exclusivo!

Os melhores especialistas em diversas áreas do direito e negócios vão te trazer as soluções mais inovadoras e dicas surpreendentes para você aplicar hoje mesmo no seu escritório.

E o melhor? Você pode aprender enquanto faz outras atividades, otimizando o seu tempo e desenvolvendo sua capacidade de gestão.

Não se preocupe, a gente também não curte spam!

Obrigada!

Estamos enviando o material para seu email...

Experimente a assinatura freelaw e saia na frente da concorrência

Cadastre-se na plataforma gratuitamente e comece a delegar seus casos.

Você também pode chamar nosso time de vendas no whatsapp agora e receber uma oferta personalizada para seu negócio.

Fale com um consultor