O Lawtech Conference é feito pela StartSe e reúne profissionais do Direito para debater acerca do futuro da tecnologia e da inovação no mercado jurídico.  

Segundo a Associação Brasileira de Lawtechs e Legaltechs (AB2L), atualmente o Brasil possui mais de cem startups jurídicas. Número que só tende a crescer com o tempo, visto que cada dia mais é urgente que os escritórios de advocacia passem a realizar seus processos de modo inovador, atendendo as exigências do mercado. 

Com isso, surgiu o Lawtech Conference, que busca entender os impactos das novas tecnologias no Direito. Promovido pela StarSe Corporate, esse evento reúne vários profissionais para discutir os rumos da digitalização da advocacia, abordando principalmente as ferramentas e estratégias necessárias a essa mudança. 

Para que você fique bem informado sobre a Lawtech Conference, separamos o artigo de hoje para responder as principais dúvidas acerca desse evento, trazendo todas as informações importantes que você precisa saber sobre essa iniciativa, confira:   

O que é o Lawtech Conference?

Reconhecido como o maior evento de inovação no Direito do mundo, o Lawtech Conference foi criado para refletir acerca das tendências tecnológicas, voltadas aos novos desafios do universo jurídico, que tem o propósito de melhorar e atualizar os processos feitos por escritórios e empresas.

É um evento feito especialmente para profissionais autônomos ou que trabalhem em organizações, investidores e lawtechs ou legaltechs que estejam dispostos a se reinventarem para construir uma nova forma de atuar e fazer negócios no campo do Direito. A seguir, colocamos mais detalhes sobre essa iniciativa para você:  

Quem organiza esse evento? 

O Lawtech Conference foi idealizado pela StartSe, uma empresa do ramo educativo que existe há mais de 7 anos cujo objetivo principal é capacitar empresas e profissionais para se adequarem aos desafios do novo mundo, onde a inovação seja usada em favor da melhoria de processos organizacionais. 

Para isso, a StarSe une a educação ao empreendedorismo para elaborar um novo conhecimento prático que seja capaz de entender as novas tecnologias, modelos de negócios e práticas convergentes que impactam diferentes setores do mercado de trabalho. 

Quando ele acontece?

Geralmente, a programação do Lawtech acontece durante dois dias consecutivos. A última edição ocorreu, por exemplo, entre 11 a 12 de agosto de 2020. Como foi feita de modo online, além das transmissões ao vivo nesse período, ainda foi possível que os participantes acessem os conteúdos por mais dez dias após o evento. 

Como ele acontece?

Além das palestras que ocorrem na programação do Lawtech Conference, feitas por profissionais de destaque do mercado jurídico que abordam principalmente o uso da inovação e da tecnologia no Direito, o evento ainda funciona como uma feira para promover o networking entre profissionais e empresas de diferentes áreas.  

Onde ele acontece?

O mais comum é que o cronograma do Lawtech Conference ocorra de forma presencial, sendo que as últimas edições até 2019 foram realizadas em São Paulo. Contudo, devido à pandemia de COVID-19, a programação de 2020 foi transferida para o formato online, sendo acessada de qualquer local por dispositivos móveis.

Qual é o foco do evento?

Sem dúvidas, a tecnologia chegou ao universo jurídico para ficar, porém não são todos os profissionais que desfrutam dos benefícios dessas inovações em seus processos diários. Alguns por falta de conhecimento, outros por não entenderem a importância da implementação desses novos métodos.

Neste contexto, o Lawtech Conference busca mostrar aos profissionais do Direito como as estratégias e ferramentas digitais podem impactar nos serviços prestados pelas empresas e escritórios jurídicos, levando mais rapidez e qualidade aos processos. 

Além disso, o evento é uma oportunidade para que os profissionais mantenham o contato com mais organizações do Direito, podendo assim estabelecer novos negócios e descobrir outras possibilidades criativas de atuação no mercado jurídico.    

Como ele acontece em uma realidade de pandemia?

A pandemia de COVID-19 impôs mudanças repentinas na rotina da sociedade em geral e uma delas foi o isolamento social, que fez com que muitas iniciativas, que eram realizadas de forma presencial, tivessem que ser transferidas para o ambiente online. Um fato que também impactou na organização do Lawtech Conference. 

Por isso, ao invés do formato tradicional, a programação do evento foi idealizada para ser acompanhada completamente por meio da internet, sendo transmitida aos participantes em vídeos ao vivo, que podem ser visualizados em qualquer momento ou local. 

Além disso, para realizar a integração entre os profissionais e as empresas do setor jurídico, a iniciativa propôs uma plataforma exclusiva para que os participantes vivessem uma experiência imersiva, onde é possível realmente visitar os stands da feira e até mesmo dialogar com outras pessoas presentes no evento.  

O evento é recomendado para advogados de qual nível de experiência?

O Lawtech Conference foi desenvolvido para abranger um público bem abrangente, que inclui gestores de escritórios de advocacia, profissionais da área jurídica, servidores do Poder Judiciário, empreendedores de Legaltechs ou Lawtechs e até mesmo estudantes de Direito. 

Então, independente da área de especialização, esse evento foi pensado para trabalhar as demandas comuns de profissionais diversos que atuam no campo jurídico, não havendo assim limitações quanto à participação na iniciativa.  

Profissionais que não são do direito podem participar?

Sabemos que, além dos bacharéis em Direito, cada vez mais os escritórios e empresas jurídicas vêm sendo formados por uma gama multidisciplinar de profissionais para atender às áreas especializadas, como é o caso do marketing ou do setor financeiro. 

Por isso, não existem restrições na participação do Lawtech Conference, sendo o evento recomendado para qualquer profissional que tenha o desejo de entender mais sobre as tendências da inovação no universo jurídico.  

Quais são as vantagens de participar do Lawtech Conference?

Não há dúvidas de que participar do Lawtech Conference vale a pena principalmente para os profissionais que buscam atualizar seus conhecimentos para conseguir propor novas soluções aos desafios atuais da rotina jurídica, usando de tecnologia e inovação para simplificar e incrementar seus processos.  

O melhor de tudo é que no Lawtech esse aprendizado não vem apenas da teoria, mas foi construído a partir de experiências práticas de algumas empresas que já passaram por essas situações e desenvolveram soluções próprias para contornar as novas demandas, que podem ser aplicadas à realidade de outras organizações.

Além disso, o evento ainda é uma excelente oportunidade para estabelecer o contato de profissionais e empresas de destaque no mercado jurídico, especialmente com as legaltechs ou lawtechs, tendo os participantes a possibilidade de esclarecer dúvidas e até fechar novos negócios com mais facilidade.   

Como tem acontecido as últimas edições do evento?

Aposto que ao ler esse artigo, você ficou curioso para saber, de fato, como é a programação do Lawtech Conference, por isso trouxemos um pouquinho de como ocorreram as duas últimas edições do evento para que não te restem mais dúvidas acerca da excelência dessa iniciativa. Saiba mais: 

2020

A conferência de 2020 aconteceu nos dias 11 e 12 de agosto, sendo realizada apenas em formato digital com transmissões ao vivo de cada momento da programação, que contou com reflexões sobre a importância da tecnologia e da inovação no futuro da advocacia após o avanço da pandemia.  

Ainda foi disponibilizado uma plataforma imersiva para estabelecer a conexão entre os participantes e as empresas que estavam no evento, funcionando da mesma forma que a feira realizada no modelo presencial, fazendo assim que o networking também ocorresse mesmo que a distância.  

2019

A programação de 2019 do Lawtech Conference foi a última que ocorreu em formato presencial. Ela aconteceu no dia 23 de maio e contou com a presença de diversos profissionais e empresas, que se reuniram para discutir as oportunidades e impactos que a tecnologia proporcionou ao universo jurídico.

Além disso, a feira foi um momento especial para a troca de experiências, em que temas comuns foram debatidos por profissionais de diferentes áreas, fomentando assim a construção de soluções inovadoras necessárias à atualização do mercado jurídico.    

O que é a AB2L?

AB2L é uma sigla que remete à Associação Brasileira de Lawtechs e Legaltechs, iniciativa que existe desde 2017 para organizar a evolução tecnológica do setor jurídico, reunindo as empresas e os profissionais protagonistas desse processo para a ampliação do debate acerca do assunto. 

Advogados autônomos, prestadores de serviços, Legaltechs ou Lawtechs e escritórios jurídicos são os principais públicos chamados a fazer parte dessa comunidade, que tem o objetivo de pensar em novos produtos e serviços inovadores para enfrentar os desafios atuais do Direito. 

No episódio 100 do podcast “Lawyer to Lawyer”, a Freelaw teve a honra de conversar com o presidente da AB2L, Daniel Marques, que explicou tudo sobre a importância do trabalho dessa associação. Para conferir esse bate-papo completo, basta clicar no player abaixo:  

Como ela apoia o Lawtech Conference?

Com sua força institucional, a AB2L tem potencial de liderar o debate sobre a inserção da tecnologia e da inovação no setor jurídico, servindo como interlocutora desses assuntos diante da sociedade em geral, buscando sempre a ampliação e formalização do tema. 

Por isso, a Associação tem papel fundamental no apoio ao Lawtech Conference, atraindo a atenção de empresas e profissionais que já trabalham ou lidam com o assunto para integrar o debate, fortalecendo o diálogo com experiências e soluções práticas acerca da temática. 

Conclusão: vale a pena participar do Lawtech Conference?

Se você não quer ficar para trás em relação às novidades do mundo jurídico, participe do Lawtech Conference! Essa pode ser a oportunidade perfeita para descobrir novas ferramentas e estratégias que serão essenciais para aprimorar os serviços prestados pelo seu escritório e te deixar à frente da concorrência. 

Além de tudo, a previsão é que o evento prossiga em formato digital, então você nem vai precisar sair de casa para aprender! Enquanto aguarda a próxima edição, que tal se atualizar com os conteúdos da Freelaw? Temos um manual completo para os profissionais que querem se preparar para o futuro. Clique aqui e confira!  

Além disso, você pode baixar o nosso e-book “Tecnologia e inovação para advogados na prática”, com conteúdos similares aos que você encontrou neste artigo. Baixe-o aqui!