A jurimetria é uma nova ferramenta tecnológica e vem alterando a maneira de exercer a advocacia. A aplicação de estatísticas ao direito de forma direta e simples não é mais uma mera tendência, mas sim, a realidade e que, quando combinada com os aparatos da advocacia 4.0, se torna bastante satisfatória. 

Com os avanços da tecnologia, surgiram novas possibilidades na maneira de lidar com as leis e normas, então sua aplicação de maneira sistematizada e mais certeira pode ser o novo foco do direito tecnológico

Você tem alguma dúvida sobre jurimetria? Neste artigo vamos te ajudar a compreender ainda mais essa ferramenta. Você saberá mais sobre:

O que é jurimetria? 

A jurimetria é a métrica que possibilita a compreensão e a análise padronizada de dados para a aplicação da doutrina e da jurisprudência pelo poder judiciário. Ela é utilizada com o auxílio de softwares jurídicos que apostam em um modelo de previsão dos resultados que a determinada ação/processo irá culminar, prevendo até mesmo valores posteriores à resolução jurídica. 

De acordo com a Associação Brasileira de Jurimetria, ela pode ser entendida como a estatística quanto está aplicada ao direito, ou seja, seria uma mesclagem dos dois ramos que parecem distantes, mas que, quando aplicados de forma conjunta, criam a jurimetria. 

Quer saber mais sobre jurimetria, legal analytics e JUIT? Ouça já nosso podcast com Deoclides Neto, o CEO da JUIT, umas das startups que vem revolucionando o direito.

Portanto, a jurimetria serve para que se possa entender e identificar quais os caminhos que serão traçados pelo juiz frente a determinada relação jurídica. Proporcionando, para o advogado, um melhor caminho a ser percorrido para que, no fim, o direito seja resguardado e evidenciado. 

O que é a Associação Brasileira de Jurimetria (ABJ)?

A ABJ é uma associação que além de estudar possibilidades de jurimetria, sobretudo no âmbito de políticas públicas, também as aplica, apresentando os resultados das aplicações dos modelos estatísticos no que tange a compreensão dos processos e dos fatos que interessam ao direito. 

A Associação Brasileira de Jurimetria não possui fins lucrativos, pois tem como objetivo principal incentivar que mais advogados, juízes, promotores e toda a classe jurídica utilize a jurimetria como ferramenta para a tomada de decisão. 

Por ser uma espécie de métrica do direito, a jurimetria proporciona condições efetivas e reais para a análise descritiva das matérias a qual o juiz se debruçou, cruzando os dados e apontando como determinado caso foi decidido. 

Como a jurimetria funciona?

Os processos judiciais já são bastante automatizados, após passarem a ser eletrônicos, novos paradigmas foram surgindo, como a predição e inteligência nos atos processuais. Toda a automação do direito é benéfica e quanto mais atualizado seu serviço é, mais competitivo e procurado ele se torna. Quer saber mais sobre isso? Clique aqui.

Com a grande massa de processos eletrônicos, além da possibilidade do advogado ou do escritório consultá-las, aumentam-se as chances da utilização correta e determinada da jurimetria. 

Então, se seu foco é uma entrega mais assertiva, de fato, a jurimetria é para você! Pois pode ajudá-lo em questões estratégicas, analisando decisões anteriores e te apresentando o que é possível que ocorra, oferecendo para você uma entrega de mais acerto e mais eficácia.

De maneira prática, a jurimetria pode ser utilizada para analisar e cruzar as informações que o escritório ou advogado desejam, por exemplo, como o magistrado age diante de determinado litígio. Depois desse cruzamento, é possível verificar como proceder da maneira mais assertiva e inteligente para se atingir o direito pretendido.   

Os advogados possuem acesso à maioria dos bancos de dados com informações jurídicas e processuais e esse acesso pode auxiliar na busca por excelência. O poder de basear suas decisões e caminhos a percorrer a partir da observação dos padrões de atuação do juiz coloca o escritório e o advogado em uma posição de privilégio frente ao lado oposto. 

Além de tudo isso, o direito atual tem nome e sobrenome de eficiência e otimização e, com ferramentas que podem identificar pontos de morosidade processual, a suposta decisão que será tomada frente ao litígio proposto já é um primeiro passo interessante. 

5 motivos para usar jurimetria

1. Análise quantitativa rigorosa que aperfeiçoa o seu conhecimento jurídico

A utilização da jurimetria dentro do departamento jurídico abre precedente para novos horizontes, como o poder de ter seu uso contínuo e vitalício por meio de uma análise quantitativa que aperfeiçoa seus conhecimentos e sua aplicação do direito, podendo atribuir a suas petições, contestações e demais procedimentos jurídicos uma certeza de se fazer, além de maior segurança quanto a resposta do judiciário, por exemplo. 

Por definir de maneira exata as ações e reação dos juízes quanto a determinadas demandas, surge um aperfeiçoamento do seu conhecimento jurídico, pois será mais simples a definição de quais caminhos percorrer e as maneiras mais certeiras de conseguir as respostas e decisões que se almejam.

2. Traz uma nova visão para temáticas que você acredita dominar

Por fazer o uso das estatísticas aplicadas e direcionadas ao direito, dificilmente haverá algo a que a jurimetria não consiga responder. Então, é óbvio que trará para seu departamento jurídico, ou escritório, uma assertividade maior. 

Por exemplo: digamos que seu escritório seja especializado no direito trabalhista, com o uso da jurimetria, certamente você conseguirá definir de maneira diversa aos caminhos que percorria anteriormente, ou seja, sua forma de como proceder para conseguir ser prestigiado, como determinado pedido muda, porque você acaba alinhando, de maneira correta, seus pedidos às respostas satisfatória dos operadores de direito. 

3. Economia de tempo e de dinheiro

Por ter essa ferramenta de tamanha especificidade, é lógico que todos os processos do ofício causaram, além de maior assertividade, menos custos e menos tempo perdido. Tudo isso porque é natural que, no decorrer do tempo, trabalhando com uma área específica, você comece a entender exatamente a forma com que determinado juiz costuma decidir certas demandas. 

Sendo assim, além de tornar o escritório ou o departamento jurídico mais eficientes, porque trabalhará em cima de causas semelhantes e com respostas satisfatórias, ainda reduzirá a carga de tempo trabalhada, pois quanto mais se usa jurimetria, mais se sabe.

 4. A jurimetria antecede o legal design

As legaltechs e o legal design são mecanismos já consolidados, utilizados para solução de problemas com empatia, colaboração e, sobretudo, direito atrelado à tecnologia.

Sendo assim, o direito se encontra muito mais rodeado de tecnologia e porque não, números. A utilização da jurimetria associada a softwares, legaltechs e legal design permite que as ciências jurídicas acompanhem as mudanças e as transformações pelas quais a sociedade vem passando.   

 5. Aumento de faturamento

Por ser uma ferramenta essencial para uma melhor performance dos advogados, dos escritórios e dos departamentos jurídicos, ajudando de forma estratégica a jurimetria tem uma grande vantagem: o aumento de faturamento do seu escritório. Isso mesmo! Usar a jurimetria traz, além de todos os benefícios já citados aqui, um aumento de produção que, no fim, converte-se em mais clientes!

Como um software jurídico pode ajudar nesse processo?

Tanto para analytics, quanto para a jurimetria, são necessários o uso de softwares. A utilização desses mecanismos são fundamentais para ajudar escritórios jurídicos, sobretudo no tocante à gestão. 

Os sistemas de software jurídicos deixaram de ser mero desejo e se tornaram realidade, pois na atualidade fazem mais que parte do escritório. É indispensável, não somente no âmbito jurídico, mas também fora dele, a segurança e a produtividade e, junto a isso, os softwares jurídicos destrincham o maior número possível de informações. Quanto atrelado à jurimetria, os softwares trazem dados concretos e a utilização de robôs que acessam os sites dos órgão judiciais e os analisam quanto ao andamento processual.

Esses tipos de sistemas possibilitam o controle de solicitações para cada profissional do escritório, pois gerencia todos os tipos de movimentos, desde o financeiro até análise de produtividade.   

O impacto da jurimetria no dia a dia dos advogados

Por ser uma ferramenta de auxílio, o uso da jurimetria no dia a dia dos advogados será permeado por uma performance mais eficiente e assertiva. 

Acarreta que, ao implantar a jurimetria em seu escritório, sua estratégia passará a ser mais eficiente. Por exemplo: você poderá se deparar com a sugestão de conciliação ao invés de dar prosseguimento na ação, tudo isso porque a jurimetria conseguiu entender, por meio dos dados e estatísticas que, quando se deu o prosseguimento da ação, o mérito não foi apreciado, ou não teve a resposta que desejava. 

Além dos diversos benefícios já mencionados aqui, a jurimetria otimiza a produtividade do escritor. 

Exemplos de casos práticos de aplicação de jurimetria

De maneira prática, imaginemos que determinado advogado faz o uso do banco de dados do Tribunal de Justiça de Pernambuco e tem um processo tramitando, porém está em dúvida se cabe ajuizar mandado de segurança ou ingressar com agravo. Com a jurimetria, basta acessar os softwares e a partir de uma avaliação identificar nas decisões anteriores quais as respostas para determinado caso, trazendo para o advogado uma maior segurança na hora de decidir qual alternativa trará mais sucesso. 

A lawtech que mais atua nesse sentido é a Digesto e ela possui um acervo com milhares de acórdãos e artigos comentados com a jurisprudência mais relevante atual, possibilitando maior acerto na hora de escolher a melhor alternativa. 

Por sua vez, o Mercatório atua sob sua base de dados de precatórios, o que o possibilita estimar o tempo que vai demandar que cada precatório venha a ser pago, ou, ainda, quando o processo em de execução se tornará um precatório. 

Soluções de jurimetria para você implementar na realidade da sua advocacia

Mesmo depois de toda essa explicação você pode estar se perguntando: “como eu faço para implantar a jurimetria no meu escritório?”. Na verdade, esse é um processo simples. 

Para usar jurimetria, basta contratar um bom software especializado em jurimetria, ou que pelo menos seja jurídico. É impossível conseguir realizar esse processo sem a contratação de um bom software, pois para processar o quantitativo de dados e processos levaria muito tempo, além de claro, uma vasta mão de obra especializada. 

Portanto, o custo-benefício desse investimento inicial é excelente e já agrega no escritório, pois quase todos os softwares jurídicos funcionam como um escritório digital, o que otimiza e formaliza o trabalho em todos os âmbitos e aspectos. 

O segundo passo é informar sua equipe, profissionalizá-la, para que saibam utilizar as novas ferramentas. Para isso, é necessária a capacitação e na jurimetria não é diferente. Então, quanto mais familiarizados e entendidos seus funcionários estiverem, melhor e mais lucrativo será!

Pensando sempre em te ajudar, separamos alguns dos melhores softwares jurídicos, confira: 

Juit

O Juit se apresenta como uma das soluções de pesquisa jurídica mais completas do mercado. Oferece, em seus serviços, a assinatura de legal analytics e de jurimetria, é aliado a um motor de buscas de ponta e bebe de fontes jurídicas e administrativas, além de buscar doutrina e legislação. 

Portanto, o Juit promete menos leitura, mais conhecimento e eficiência, além do aumento de produtividade. 

XJus

Com a promessa de ser o software jurídico de mais alta performance do mercado, o Xjus é uma plataforma colaborativa. E, diferente do anterior, pode ser aplicado não somente a escritórios de advocacia, mas também a departamentos jurídicos e em faculdades de direito. 

Com a proposta de unir direito, gestão de escritório, gestão tecnológica, além de decisões mais assertivas, o Xjus é bastante recomendado e possui alto índice de performance. 

Agora é com você: você já pensou em usar a jurimetria? Comente aqui embaixo para que a Freelaw possa te ajudar ainda mais!

Não deixe de compartilhar este artigo com seu grupo de amigos, advogados ou sócios-gestores que devem saber sobre esse tema, temos certeza que eles vão se interessar bastante pelos novos mecanismos para permanecer e para crescer no mercado. 

Quer saber um pouco mais sobre Tecnologias e inovações? confira já o e-book “Tecnologia e inovação para advogados na prática.

Se você gostou deste artigo, provavelmente vai gostar desses outras artigos: