Você já buscou entender como grandes advogados do Brasil construíram o seu sucesso profissional?

Não existe uma fórmula única para alcançar o sucesso profissional, é verdade. Mas… o sucesso na advocacia pode deixar rastros.

Por isso, no artigo de hoje, analisaremos a trajetória de alguns dos maiores advogados do Brasil.

Quem são esses profissionais? O que eles fizeram de diferente dos outros advogados?

Fique até o final e conheça a trajetória de grandes juristas e também de advogados inovadores que estão revolucionando o direito.

Conheça a trajetória de 05 grandes advogados do Brasil

A maior parte dos grandes advogados do Brasil seguiu o caminho tradicional do direito: se tornaram ótimos juristas.

Esses profissionais:

  • escreveram e publicaram livros;
  • possuem mestrado, doutorado e pós-doutorado;
  • são professores.

Você, certamente, já conhece e admira quase todos esses grandes advogados.

1) Humberto Theodoro Júnior: um dos maiores processualistas de todos os tempos

Foto do Dr. Humberto Theodoro Júnior - texto: grandes advogados do Brasil, no Blog da Freelaw.

O professor Humberto Theodoro Júnior é, sem dúvidas, um dos maiores advogados do país.

O seu nome se tornou uma marca e um exemplo de ética e excelência profissional.

Ele é bacharel em Direito pela Faculdade de Direito do Triângulo Mineiro e Doutor em Direito pela UFMG. Foi Juiz de Direito das Comarcas de Monte Alegre, Frutal, Uberaba, Canápolis e Belo Horizonte. Foi também juiz do Tribunal de Alçada de Minas Gerais e Desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

No âmbito acadêmico, Humberto Theodoro Júnior foi professor da Faculdade de Direito da Universidade de Uberlândia e do Triângulo Mineiro. E ainda, professor adjunto e titular de Direito Civil da UFMG e da Milton Campos em Belo Horizonte.

É autor de mais de 40 livros sobre direito material e processual, dentre eles: Curso de Direito Processual Civil; Lei de Execução Fiscal; Terras Particulares: Processo Cautelar; Direitos do Consumidor; Dano Moral; Insolvência Civil; Comentários ao novo Código Civil, em 2 tomos.

O jurista é ainda autor de mais de 300 artigos doutrinários publicados em revistas jurídicas na imprensa nacional e internacional.

Por fim, Humberto Theodoro Júnior é Membro do Instituto dos Advogados de MG e do Instituto de Direito Comparado Luso-Brasileiro. Como também do Instituto Brasileiro de Direito Processual, do Instituto Ibero-Americano de Direito Processual e da International Association of Procedural Law.

E não menos importante, integrou a comissão de juristas encarregados pelo Senado Federal da elaboração do novo Código de Processo Civil Brasileiro.

2) Caio Mário da Silva Pereira: referência em Direito Civil

Foto de Caio Mário da Silva Pereira, referência em Direito Civil. Texto: "Grandes advogados do Brasil", Blog da Freelaw.

Caio Mário da Silva Pereira é um dos mais relevantes civilistas brasileiros. Começou a trabalhar na Revista Forense aos 17 anos, onde selecionava processos e copiava acórdãos, tendo seu primeiro contato com a área jurídica. Cursou Direito na Faculdade de Direito de Minas Gerais e passou a trabalhar como redator na Revista Forense, iniciando sua carreira de escritor.

Foi advogado atuante na proteção dos direitos humanos conquistando os cargos de Consultor-Geral da República do Presidente Jânio Quadros, Advogado-Geral e Secretário de Segurança Pública de MG. Redigiu os projetos de Lei de Condomínio e Incorporações (1964) e do Código de Obrigações (1965) quando foi chefe de gabinete do Ministro da Justiça. Entre 1975 a 1977 foi ainda Presidente do Conselho Federal da OAB.

No entanto, foi por meio da docência que Caio Mário conseguiu se realizar completamente. Foi professor emérito da UFMG, na qual se graduou, e da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde atuou até se aposentar.

3) Jairo Saddi: especialista em Direito Bancário

grandes advogados

Advogado especialista em Direito Bancário e liquidação de bancos, é doutor pela USP e pós-doutor pela Universidade de Oxford.

Pelas mãos de Saddi já passaram 40 liquidações de bancos. No caso do falido Banco Santos, o advogado representa clientes com mais de R$ 1 bilhão a receber. É autor de nove livros sobre Direito Bancário, Direito Econômico e Direito Empresarial e ainda presidente do conselho da escola Insper Direito.

4) Arnoldo Wald: o advogado que já foi citado em mais de 290 acórdãos do STF

Foto de Arnoldo Wald, especialista em Direito Empresarial. Texto: "grandes advogados do brasil", Blog da Freelaw.

É sócio-fundador do renomado Escritório Wald, com escritórios em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Cursou Direito pela Faculdade Nacional de Direito do Rio de Janeiro, onde também concluiu o seu doutorado.

Atua nas causas de contencioso judicial e arbitral de grande complexidade além de ser parecerista em vários casos de direito bancário, societário, arbitragem e administrativo. Wald é também colaborador de diversas obras jurídicas publicadas no Brasil e no exterior.

Entre os principais processos, estão a defesa da Confederação Nacional do Sistema Financeiro (Consif) no caso da recuperação dos rendimentos da poupança entre 1980 e 1990, com um passivo de R$150 bilhões. E também o caso Varig, que está requerendo uma indenização de R$ 6 bilhões à União pelo congelamento dos valores das passagens.

Arnold Wald já foi citado em mais de 290 acórdãos do Supremo Tribunal Federal.

5) Ana Paula Martinez: eleita a melhor advogado do mundo no segmento Concorrencial e Comércio Internacional

Foto de Ana Paula Martinezes, eleita a melhor advogada do mundo. Texto: "grandes advogados do Brasil", Blog da Freelaw

Ana Paula é mestre em Direito Internacional pela USP, mestre em Direito pela Harvard University e Doutora em Direito Penal pela USP. Além de figurar entre as mulheres mais influentes de antitruste do mundo, foi considerada nos anos de 2014 e 2016, como a melhor advogada do mundo no segmento Concorrencial e Comércio Internacional. O prêmio foi concedido pela publicação britânica Global Competition Review (GCR).

Atuou na Secretaria de Direito Econômico do Ministério da Justiça, com relevante participação na Estratégia Nacional de Combate a Cartéis. E, atualmente, é sócia do escritório Levy & Salomão com unidades no RJ e SP.

Um novo perfil de grandes advogados do Brasil: os empreendedores jurídicos

Com o avanço da tecnologia no direito, com o surgimento de aplicativos para advogados, ferramentas digitais gratuitas e a evolução das Lawtechs e Legaltechs, nasceu um novo tipo de advogado: o Advogado 4.0.

Esses profissionais, buscam empreender e inovar no direito. E, a verdade, é que estão sendo muito bem sucedidos no que fazem.

Vamos conhecer alguns desses profissionais?

1) Bruno Feigelson: o precursor da inovação na advocacia no Brasil

Foto do Bruno Feigelson, precursos da inovação na advocacia no Brasil. Blog da Freelaw

Bruno é advogado, professor e pesquisador brasileiro, atuante na área de Direito e Tecnologia. Formado em direito pela UFRJ, é mestre e doutor pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

No campo acadêmico, ele leciona em graduações e pós-graduações nas áreas de Direito Disruptivo, Direito da Inovação, Direito Minerário, Ambiental e Urbanístico. Além disso, é coordenador da Revista de Direito e as Novas Tecnologias (RDTec), da Editora Revista dos Tribunais.

Desde 2017, é Professor Visitante na Faculdade de Direito da Fundação Getúlio Vargas no curso Direito, Startups e Empreendedorismo no Brasil. E professor e coordenador nos cursos extensivos: Open Innovation, Gestão Jurídica Ágil, Impactos da Lei Geral de Proteção de Dados e Proteção de Dados 360, promovidos pela Future Law.

Foi Presidente e atualmente faz parte do Conselho Administrativo da AB2L – Associação Brasileira de LawTechs e LegalTechs, associação que contribui para a inovação no Direito Brasileiro, conectando Lawtechs, advogados, escritórios de advocacia e departamentos jurídicos.

É Sócio do Lima ≡ Feigelson Advogados, especializado em soluções jurídicas corporativas. É também co-fundador e CEO do Sem Processo, uma Lawtech que conecta advogados para evitar litígios ou solucioná-los de maneira mais rápida. É ainda Co-Fundador da Dados Legais, Co-Fundador da Life Aceleradora, primeira aceleradora exclusiva para Lawtechs na América Latina e por fim, Head de Futurismo da Future Law.

2) Christiano Xavier: o Legal Designer que economizou milhões de reais para a Localiza

Foto de Christiano Xavier, Legal Designer que economizou milhões de reais para a Localiza. Blog da Freelaw

E por falar na Future Law, Christiano Xavier é também um dos seus fundadores.

Ele é Mestre em direito dos negócios pela FGV/SP, MBA pela FGV/BH, e especialista em direito tributário pelo IBET/SP.

Christiano atuou por dez anos como Head Jurídico da Localiza. Na oportunidade, a empresa tinha cerca de 20 mil processos em andamento e identificou uma oportunidade de otimizar seu setor jurídico e reduzir gastos com a contratação de mais funcionários.

Atuando em conjunto com as startups Sem Processo e a NetLex, a Localiza reduziu em quase 50% os processos cíveis promovendo um ganho enorme de produtividade, valorizando o trabalho do advogado e permitindo-o focar em atividades estratégicas.

Christiano é também fundador do Legal Service Design, um studio de inovação que promove soluções criativas para departamentos jurídicos e escritórios de advocacia.

3) Paula Guimarães Figueiredo: uma das advogadas mais inovadoras do Brasil

Foto: Paula Guimarães Figueiredo, Blog da Freelaw

A advogada e empreendedora, Paula Guimarães Figueiredo, é Presidente da Comissão de Direito para Startups da OAB/MG e sócia da Figueiredo.law, um escritório especializado em advocacia consultiva para Empresas.

Além disso, ela é Co-fundadora da Lex 4.0, iniciativa para educação de juristas para atuação no mercado 4.0; Embaixadora na América Latina do World Legal Summit, iniciativa mundial para criação de parâmetros para legislação para tecnologia; Co-fundadora e Coordenadora de Eventos do Centro DTIBR (Direito, Tecnologia e Inovação).

No campo acadêmico, é palestrante e professora da Pós-graduação em Direito e Tecnologia da Faculdade Arnaldo em Belo Horizonte.

Tivemos a honra de contar a presença da Paula, uma das advogadas mais inovadoras do Brasil, no Podcast da Freelaw.

Você já escutou o episódio?

E, afinal, qual é o melhor caminho para se tornar um dos grandes advogados do Brasil?

De forma intencional, trouxemos perfis de advogados muitos distintos para esse texto.

De um lado, a carreira impecável do professor Humberto Theodoro Júnior, que é um grande jurista.

De outro, Bruno Feigelson, um advogado entusiasta que está ajudando a revolucionar o direito no Brasil.

Em nossa visão, não existe um caminho certo ou um caminho errado para alcançar o sucesso profissional.

Acreditamos que sempre haverá espaço para os grandes juristas, da mesma forma que os empreendedores jurídicos também estão criando o seu espaço.

Entretanto, trazemos uma reflexão.

Por que não escolher os dois caminhos?

Além de se especializar no direito material e direito processual, pode ser o momento de desenvolver novas habilidades e utilizar as novas possibilidades que surgiram com a tecnologia.

Nesse sentido, pode ser interessante aprender boas práticas de gestão, contratar advogados para execução de petições online e acompanhar o novo movimento que está acontecendo no direito.

Qual a sua opinião sobre o assunto? Se você gostou do conteúdo, escreva o seu comentário no final desse texto e compartilhe esse material com colegas advogados.

E se quiser continuar a estudar sobre o tema, leia também o texto: “Grandes escritórios de advocacia: benchmarking e inovação!”.