Será que investir em cursos para advogados é uma forma eficiente de atingir resultados? Quais os métodos necessários para crescer profissionalmente no mercado jurídico atual? É realmente necessário o conhecimento de marketing jurídico? Quais são as formas mais rápidas e eficientes de aumentar meu conhecimento jurídico? 

A área jurídica com a 4ª Revolução Industrial vem gradativamente sofrendo mudanças e na advocacia não é diferente. Nesse contexto, acaba-se se exigindo dos advogados não somente a resolução dos litígios, mas também conhecimentos de outras áreas. 

Por isso, a Freelaw preparou este artigo, que vai abordar as seguintes questões: 

Por isso, se você quiser ficar por dentro dessas questões e entender como elas poderão causar um diferencial na sua carreira, fique até o final deste texto. 

A importância de fazer cursos fora da academia

O modelo tradicional de advocacia pressupõe uma formação acadêmica por vezes engessada e limitada quando o assunto é a evolução do mercado jurídico. Nesse sistema, a profissionalização acadêmica deve andar junto com a inovação. Assim, essa perspectiva aos poucos vem sendo aprimorada no âmbito jurídico.

Em um mundo cada vez mais conectado e competitivo, o mercado jurídico começa a exigir dos advogados a capacidade de compreender além do que é ensinado na faculdade, não se limitando apenas à resolução de conflitos nas esferas judicial e extrajudicial, mas também adquirindo características que o diferencie e o coloque à frente no mercado. 

Para te ajudar nessa jornada de aprimoração da advocacia, colocando-a a par das inovações da atualidade, nós da Freelaw trouxemos alguns meios que são capazes de te auxiliar na construção desse diferencial, assim como já mostramos que você pode se informar enquanto se entretém, em outro artigo

Primeiramente, é fundamental destacar cursos de marketing jurídico, de gestão e de programação.

Os cursos de marketing jurídico são fundamentais para a compreensão de estratégias que proporcionem a captação de clientes, fortaleçam o produto construído e aumentam a produtividade dos advogados e dos escritórios.

Os cursos de gestão também são primordiais com o universo jurídico, nota-se cada vez mais a importância de uma organização interna devido aos documentos e aos prazos processuais.

Os cursos de programação aparecem como peça-chave para a prática adequada do marketing jurídico, ao proporcionar a compressão de algoritmos e dados de informação utilizados nas mais diversas redes sociais.

Todavia, na prática, é possível a aprendizagem de forma mais rápida e interativa, por meio de livros, de blogs e até mesmo de seriados. Dúvida? Confira os artigos abaixo, produzidos pela Freelaw:

Por que fazer cursos de marketing para advogados?

Geralmente quando pensamos em cursos na área da advocacia pensamos em pós-graduações e especializações. Todavia, hoje em dia, aprender sobre marketing jurídico também é algo que todo advogado precisa levar em conta. 

Os cursos de marketing jurídico são direcionados ao entendimento de um mercado consumidor e, consequentemente, para a capacitação de clientes e para o fortalecimento do branding dos advogados e de seus escritórios.

Logo, os cursos de marketing jurídico são essenciais para auxiliar no seu crescimento como advogado no mercado de trabalho. Sendo que, na prática, eles são ainda mais essenciais falarmos em advogados iniciantes que não têm recursos financeiros para contratar uma equipe que ficaria por conta dessa área.

Pensando nisso, nós da Freelaw, realizamos uma live para advogados iniciantes no marketing jurídico. Confira-a abaixo se você tiver interesse em desenvolver uma melhor forma de se desenvolver com seu público-alvo:

Todavia, o marketing jurídico não deve ser utilizado somente para os iniciantes no mercado da advocacia. Profissionais mais consolidados devem compreender essa ferramenta de importância para a construção de um produto reconhecido no mercado. 

Nos últimos anos, com o advento da 4° Revolução Industrial, muito tem se falado sobre advocacia 4.0 e foi graças a esse fenômeno que o marketing jurídico se destacou para os advogados e escritórios experientes, ao surgir como uma melhor forma de gestão do negócio e prospecção de clientes. 

No entanto, para usufruir dessas oportunidades é necessário uma capacitação que gere novos posicionamentos para os escritórios, formas diferenciadas de prestar serviços e até mesmo construção de parcerias jurídicas.

Foi sobre isso que o Gabriel Magalhães, CEO da Freelaw, conversou com os advogados Vitor Peçanha e Rafael Rez no episódio abaixo do Lawyer to Lawyer:

Por que fazer cursos de vendas para advogados? 

Em qualquer empreendimento, destacam-se os profissionais que possuem uma estratégia adequada de captação de clientes e na área da advocacia não é diferente, já que surgiram também novas formas de relações sociais e de modelos de advocacia.

Tendo isso em vista, os mercados internacionais estão adotando modelos cada vez mais ativos de vendas de serviços jurídicos. Todavia, essa questão, no Brasil, ainda é muito delicada, devido às disposições do Código de Ética da OAB, que limita a publicidade em relação aos serviços jurídicos.

Contudo, as disposições do Código Ética restringem apenas as formas de marketing dispostas nos artigos 28 a 34. Por conseguinte, é permitida a divulgação de conteúdos jurídicos por meio das redes sociais. Portanto, hoje, os advogados que não utilizam dessa estratégia, acabam perdendo uma vantagem competitiva de fortalecer seu branding e de se destacar no mercado.

Tendo isso em vista, é essencial aprender sobre vendas para advogados para obter desenvolvimento de habilidades que aumentem a visibilidade online.

Outro podcast desenvolvido pela Freelaw, fundamental para aqueles que desejam dar o pontapé inicial na venda de serviços jurídicos online, é o abaixo. Spoiler inofensivo do que será discutido: o limite ético na captação de clientes; a existência de posicionamentos unânimes por parte da OAB; como se portar perante essas novas formas de comunicação; se é possível uma competição com os profissionais já estabelecidos. Ouça-o:

Preciso entender sobre programação? 

Atualmente, para o exercício da advocacia, não é necessário o conhecimento aprofundado de linguagens de programação. Contudo, um conhecimento básico acerca de programação já se torna um tremendo diferencial.

O conhecimento sobre programação pode ser observado na prática como forma de conhecer melhor o negócio e principalmente de vislumbrar problemas técnicos e auxiliar na solução deles. 

A entrevista com o time de programadores da Freelaw, Humberto Vieira e Kevin Nogueira,  te ajudar a entender ainda mais a questão da utilização dessa ferramenta na advocacia: 

8 canais com cursos para advogados alavancarem suas carreiras 

Se quiser ficar por dentro e se atualizar no mercado jurídico, confira essa lista de sites que podem te instruir com mais propriedade sobre todo o assunto trazido até aqui neste artigo.

1 – Semrush

O Semrush é uma plataforma gratuita responsável por aumentar a sua visibilidade online, que oferece ferramentas capazes de desenvolver informações de marketing de conteúdo, ao oferecer gráficos capazes de aumentar o tráfego orgânico do público em suas redes sociais, estabelecer preferências do seu público-alvo e descobrir palavras-chave.

Além disso, também são oferecidos alguns mecanismos mais complexos por meio do pagamento de uma mensalidade que pode variar entre 120 a 450 dólares.

A Semrush disponibiliza ainda cursos gratuitos e certificados, que auxiliam no maior aproveitamento da plataforma. Todavia, os cursos são ministrados na língua inglesa.

Essa plataforma é a mais indicada por nós da Freelaw para os profissionais da advocacia que desejam desenvolver um conteúdo da área jurídica por meio das redes sociais. 

2 – Hubspot

Hubspot é uma plataforma gratuita que possibilita a integração entre marketing e vendas, por meio das redes sociais e do e-mail marketing de forma conjunta. Ela também oferece outras ferramentas mais completas por meio de planos mensais que variam entre 600 e 15 mil dólares anuais.

Além disso, a HubSpot Academy oferece cursos de inbound marketing, mídias sociais, e-mail marketing e de marketing de conteúdo. Alguns deles, inclusive, são ofertados de forma gratuita pela plataforma.

Mas como esses cursos podem me auxiliar na advocacia?

Por meio desses cursos é possível ampliar o suporte aos clientes do universo jurídico, como também impulsionar o negócio de escritórios jurídicos.

Porém, alguns deles são ofertados apenas em outras línguas. Quando isso acontece, geralmente, também é ofertado o conteúdo na língua inglesa. 

3 – Rock Content

A Rock Content é uma empresa renomada de marketing digital no Brasil. Na área da advocacia, ela propõe uma maior evidência no mercado, por meio da definição da sua persona, da tradução da linguagem jurídica para uma linguagem mais simples e da divulgação mais adequada do conteúdo produzido, seguindo as restrições impostas pelo Código de Ética da OAB.

Por meio da Rock University, a empresa fornece cursos gratuitos voltados para:  marketing, produção de conteúdo na web, inbound marketing outbound marketing e revisão de conteúdo para internet. 

4 – RD Station

 Resultados Digitais desenvolve conteúdos para a qualificação diante do mercado digital pela RD Station.

Através de uma metodologia simples, por meio de vídeos curtos e de materiais complementares, abordam-se temas como inbound marketing, vendas e gestão. A RD University também disponibiliza cursos grátis.

5 – Gama Academy

A Gama Academy é uma escola que tem como foco principal a empregabilidade dos profissionais. Assim, ela é muito interessante para os advogados iniciantes que têm vontade de aprender técnicas de design, de marketing, de mindset empreendedor e de inovação criativa.

Na Gama Academy também existem feiras de contratações, recrutamento e treinamento para empresas, sendo ela uma ferramenta muito interessante, para os escritórios mais estabelecidos que desejam realizar cursos de qualificações e seleções. 

6 – Tera

Tera é um site que desenvolve cursos interativos ao vivo para empresas e para profissionais. A maioria deles  voltada para o público que deseja realizar a transição de carreiras, para empresas que estão em transição digital e para empreendedores.

No âmbito jurídico, os cursos que chamam mais atenção são os focados em data analytics, user experience e marketing digital. A Somostera também disponibiliza cursos gratuitos com essas temáticas.

7 – Fórmula Lançamentos

Fórmula Lançamentos é um treinamento online que tem como objetivo desenvolver habilidades de marketing digital e de empreendedorismo, além de estimular  o crescimento de profissionais liberais. 

O desenvolvedor por trás desse projeto é Erico Rocha, um empreendedor que tem como objetivo ajudar empreendedores a atingirem uma meta atípica de 6 ou 7 dígitos em uma semana.  

Este curso é mais recomendado para os profissionais da advocacia que são pequenos e médios empreendedores. 

8 – Método Freelaw

A Freelaw é pioneira no quesito de inovação tecnológica e advocacia, sendo responsável por gerenciar a contratação de advogados sob demanda por meio de sua plataforma digital.

Além disso, a Freelaw é responsável por oferecer material jurídico gratuito que possibilita aos advogados aderirem uma nova abordagem para o direito.

O material desenvolvido pela Freelaw, é focado principalmente na questão dos desafios da gestão na área jurídica, no marketing jurídico e em ferramentas que possibilitem um diferencial profissional. Por isso, regularmente, ela disponibiliza cursos de inbound marketing para advogados e advogadas crescerem na internet, sem depender das redes sociais. Você pode entrar na lista de espera das próximas turmas ao clicar aqui.

Se você chegou até aqui, parabéns! Temos a certeza de que você quer saber mais sobre como inovar nas práticas em seu escritório de advocacia. Por isso, também preparamos para você um e-book completo sobre Tecnologia e Inovação para Advogados na Prática. Garanta o seu!