O controle de prazos processuais na advocacia é de vital importância para diminuir os riscos de perda de prazos e clientes importantes.

Assim, a adoção de uma estratégia eficiente nessa área é primordial para o seu crescimento profissional.

Pensando nisso, neste artigo, abordaremos os principais tópicos acerca de controle e prazos processuais, para te auxiliar a trazer para a gestão jurídica do seu escritório celeridade e agilidade. Então, se você tem interesse nestes tópicos, recomendamos que você fique até o final deste artigo, no qual você também saberá sobre:

4 principais problemas que dificultam o controle de prazos processuais na advocacia

No Brasil, as faculdades de direito são voltadas principalmente para o ensino técnico da prática jurídica. Todavia, para um advogado se destacar no âmbito jurídico, também é necessário domínio de gestão do seu escritório. Afinal, mesmo que os advogados sejam focados na oferta de serviços jurídicas, eles também têm que ficar atentos ao funcionamento de todos os serviços

Sabendo disso, separamos os erros mais frequentes no controle de prazos processuais na advocacia para que você fique atento a cada um deles e, assim, não seja mais um advogado com dificuldade de organização e administração do seu escritório.

1. Sobrecarga de trabalho 

A sobrecarga de trabalho na advocacia pode causar desânimo, procrastinação, frustração e até mesmo diminuição de produtividade. Logo, para evitar esses sentimentos é essencial se organizar, ora para manter uma constância na produção jurídica, ora para possuir um ambiente saudável de trabalho.

Sabendo disso, a definição de métricas para o seu escritório de advocacia pode ser uma boa opção para evitar esse erro, já que esta análise permite mensurar de forma quantitativa o número de processos ativos, as horas gastas nesta atividade e os lucros dessa demanda. 

2. Falta de definição de procedimento adequados para o escritório 

O planejamento de um escritório de advocacia é essencial para conseguir novos clientes, atender os clientes atuais e fidelizá-los. Afinal, inicialmente para construir um escritório é necessário ter em mente sua área de atuação, seu público alvo, e os serviços jurídicos que serão ofertados. 

Seguindo essa linha de raciocínio, lembre-se que o seu escritório de advocacia  para ofertar os seus serviços com qualidade precisa estabelecer procedimentos adequados para realização de suas atividades com agilidade, como forma de facilitar o planejamento do seu escritório 

Sabendo disso, recomendamos a leitura do artigo  “4 ferramentas digitais gratuitas para advogados inovadores!”, que te apresentará algumas ferramentas procedimentais gratuitas para trazer inovação e produtividade para o seu escritório. 

3. Má divisão de tarefas entre os profissionais do escritório

A maioria dos advogados executam tarefas dos mais diversos tipos, desde serviços jurídicos, captação de clientes por meio do marketing jurídico à administração do seu escritório. Desse modo, é necessário realizar uma divisão de tarefas entre os profissionais de modo estratégico de acordo com a aptidão de cada profissional.

Por exemplo, se você precisa elaborar um contrato de uma temática que não é o enfoque principal do seu escritório, acaba sendo mais vantajoso contratar para seu escritório contratar um advogado online, sob demanda para realizar essa atividade. 

4. Falta de profissionais qualificados e comprometidos 

À primeira vista, ao pensarmos no controle de prazos processuais na advocacia, associamos diretamente a possíveis técnicas de controle processuais. Porém, na prática, os escritórios de advocacia são empresas. Dessa forma, para além do desenvolvimento de uma técnica eficiente, é necessário possuir uma equipe qualificada e comprometida disposta a colaborar com seu objetivo.

Tendo isso em vista, opte por construir no seu escritório um ambiente composto por profissionais qualificados e comprometidos, dispostos a comprimir suas tarefas, de forma a colaborar com a missão e os valores que norteiam o seu escritório. 

Como profissionalizar o controle de prazos processuais do escritório ? 

A partir do exposto acima, demonstramos a importância do controle de prazos processuais no escritório e os  principais  equívocos realizados pelos operadores do direito nesta atividade. 

Sabendo disso,  agora, nós da Freelaw vamos te ajudar a se destacar no mercado jurídico, ao sinalizar as soluções básicas para a implementação de um controle processual de acordo com a sua realidade. 

1. Escolha uma ferramenta para controle de prazos 

Em um escritório de advocacia, a rotina de um advogado é repleta de compromissos, seja no atendimento de clientes, na prática administrativa ou na prática jurídica. Devido a isso, hoje é essencial hoje a busca por ferramentas que permitam o controle de prazos com agilidade, como forma de adequar o seu trabalho a produção do seu serviço. 

Assim, para te auxiliar no seu exercício no mundo jurídico, recomendamos o uso de ferramentas tecnológicas como os softwares jurídicos. Já que, por meio deles, é possível organizar fluxos de atendimento e captação de clientes, e melhor gerir o seu trabalho. E, na prática, isso significa, melhor gerir seus processos ativos e visualizar de forma clara seus prazos.

Se quiser saber sobre essas ferramentas com exemplificações, assista à live que discutimos exclusivamente esse tema:

2. Defina os procedimentos internos do seu escritório para controle de prazos 

Nas grandes empresas, como forma de organizar a atividade laboral e até mesmo mostrar de forma efetiva o serviço para os clientes, as atividades feitas pelos funcionários são organizadas e delimitadas, com o objetivo de evitar frustrações e diminuir os erros realizados no processo.   

Em um escritório de advocacia, essa solução é altamente recomendável, pelo fato do controle de prazos proporcionar um maior controle da rotina do escritório. Vejamos, nos casos de adoção de protocolos de petição inicial, 1 dia ou 2 dias antes do prazo fatal, diminui-se bastante eventuais equívocos e perdas de prazos. 

3. Defina os procedimentos internos para cumprimento dos prazos 

É preciso entender que definir uma metodologia para cumprimento dos prazos processuais  internos é essencial para garantir um funcionamento do seu escritório. Veja, é lógico que para além de um oferecimento de um bom serviço, é necessário observar de dentro e entender se os os procedimentos internos são sustentáveis. 

Lembre-se a advocacia é uma prática financeira, então tenha em mente que para além de resultados positivos, é necessário observar os resultados positivos e os seus custos para cada procedimento. 

Se você, na prática, não tem ideia de onde começar os procedimentos internos para cumprimento dos prazos, confira o artigo “Métricas para escritórios de advocacia: por que e como definir?”, para se aprofundar nessa questão. 

Uma boa alternativa: contrate e gerencie advogados sob demanda 

Hoje, os escritórios de advocacia possuem uma organização mais dinâmica, devido a união da tecnologia e direito ter possibilitado novas formas de interação entre as equipes jurídicas. De forma geral, há a abertura para a implementação nas equipes jurídicas mais tradicionais das modalidades de home office, da advocacia freelancer e de correspondência jurídica.  

Nesse cenário, a partir do momento de criação dos escritórios de advocacia e de definição de como serão organizados os serviços jurídicos, é possível determinar as formas de estruturação da sua equipe jurídica, de acordo com o seu fluxo de execução de serviço jurídico e a intenção do escritório de aumentar suas áreas de especialização. 

Tendo isso em vista, a Freelaw, pode te auxiliar nessa caminhada rumo à inovação.  Por meio do e-book gratuito, “Cumpra seus prazos com mais eficiência”, compartilhamos os conhecimentos necessários para que você saiba tudo sobre o gerenciamento de advogados sob demanda. Confira!