Muitos advogados se perguntam: “Como abrir um escritório de advocacia?“. Por outro lado, poucos elaboram estratégias organizacionais efetivas.

A falta de estratégias organizacionais e a competitividade do mercado fazem com que cerca de 30% dos escritórios de advocacia fechem com menos de um anoEsse número é um alerta para todos os escritórios de advocacia do país. No Brasil, é cada vez mais difícil abrir um escritório de advocacia e mantê-lo.

Por isso, é essencial buscar se diferenciar do mercado. Como abrir um escritório de advocacia 4.0? Como levar transformação digital para o seu escritório?

No artigo de hoje, preparamos um passo a passo completo e prático para que você consiga elaborar uma estratégia sólida e bem sucedida para seu escritório de advocacia.

Fique até o final e aproveite!

Estratégias organizacionais dos escritórios de advocacia

Todos os dias, novos escritórios são abertos. Geralmente, o advogado aluga uma sala, confecciona cartões de visitas e inicia a divulgação de seus serviços.

De igual forma, todos os dias escritórios já consolidados discutem sobre novas formas de captação de clientes e sobre melhorias na execução de serviços jurídicos.

Em todos esses casos, em geral, os advogados contam com a sorte ou utilizam práticas antigas e pouco efetivas para buscarem melhores resultados.

Para diminuir os riscos e aumentar as chances de êxito do seu escritório, o caminho é analisar o seu escritório como uma empresa.

Dessa forma, será possível desenvolver uma estratégia completa que envolva elementos como:

  1. Identidade organizacional
  2. Estratégia de captação de clientes
  3. Execução de serviços jurídicos

Como abrir um escritório de advocacia? – Definição da identidade organizacional

O escritório de advocacia de sucesso, atualmente, oferece mais do que serviços jurídicos pontuais. Os clientes não procuram um advogado que apenas faça uma petição, distribua uma ação ou compareça a uma audiência – ou podem até procurar, mas não é isso o que encanta e mantém um cliente por anos. 

O que você deve estabelecer com seus clientes para cativá-los é uma boa experiência. Simon Sinek explica sobre o conceito de Golden Circle, aplicável também aos escritórios de advocacia como forma de encantar os clientes. 

Em resumo, quando um escritório de advocacia define qual o seu “por que?” e possui um propósito bem definido, é possível ter melhoras significativas nos resultados financeiros, conseguir maior conexão com os clientes e com a própria equipe jurídica interna.

Por isso, consideramos que é importante que seja feita uma autoanálise:

  • Por que surgiu o escritório de advocacia? Qual o diferencial desse escritório em relação aos demais?
  • Como será a relação entre os advogados deste escritório? Como será a relação com os clientes?
  • Quais os pontos fortes e fracos que este escritório possui? Quem são as pessoas por trás desse escritório? Quais suas áreas de especialidade?

Muitas empresas realizam essa autoanálise é feita pela tríade: Missão, Visão e Valores, que fica na parede e no site institucional do escritório, mas não é vivenciada no dia a dia.

Como definir a identidade do escritório de forma correta?

A ideia por trás da definição da identidade organizacional é como se fosse a elaboração de um contrato, que possui diversos princípios que devem ser seguidos.

Neste momento, é importante definir quais as regras vigorarão no escritório: quais condutas são “lícitas” e quais são “ilícitas” no ambiente de trabalho?

É importante que todas as pessoas do escritório, desde a secretária ao sócio, façam parte dessas discussões e estejam alinhados quanto à nova cultura da organização.

No final do trabalho, o escritório terá um conjunto de “leis internas”, o que já significará um enorme avanço.

Por outro lado, será preciso de atenção.

As leis estão sendo cumpridas por todas as pessoas? Caso negativo, por que? É necessário mudar alguma das leis?

Assim como o Congresso Nacional discute as leis do nosso país com frequência, todos os membros do escritório devem discutir as regras internas e garantir que não estão previstas somente no papel, mas estão sendo aplicadas no dia-a-dia.

Como abrir um escritório de advocacia? – Definição da estratégia de captação de clientes

Como Abrir Um Escritório de Advocacia? Dicas Práticas Freelaw

Nos artigos “O melhor advogado do Brasil” e“Advocacia 4.0: O futuro da advocacia”, analisamos as habilidades que um advogado precisa desenvolver e, dentre elas, está a aquisição de clientes.

Por melhor que seja a qualificação técnica do escritório de advocacia, ele não conseguirá ser bem sucedido se os seus clientes em potencial não o conhecerem.

Por isso, é importante desenvolver estratégias para aquisição de clientes que já conhecem o escritório e para clientes que ainda não o conhecem.

Para isso, responda as seguintes perguntas:

  • Quem é o cliente ideal do escritório? Quais os problemas esse cliente possui? O que ele espera de um advogado?
  • Qual o portfólio de atuação do escritório? (para aprender a definir o Portfólio, leia nosso artigo completo!)
  • Como você pode se comunicar com esse cliente? Em quais canais você pode encontrá-lo?
  • Como esse cliente escolhe um advogado? Quem o influencia a tomar decisões?
  • Qual o orçamento desse cliente? Quanto ele está disposto a pagar por um advogado?

Para definir a melhor estratégia de aquisição de clientes, é preciso que o escritório possua clareza sobre suas forças e fraquezas e também conheça muito bem o mercado e o seu cliente alvo.

Além disso, é essencial que o escritório possua conhecimento das melhores práticas de captação de clientes: outbound marketing, inbound marketing, mídia paga e marketing de indicação.

Captar clientes, portanto, é muito mais do que fazer um site para um escritório. Se você quiser se aprofundar no tema, leia nosso Manual Completo sobre Marketing Jurídico!

Como abrir um escritório de advocacia? – Execução de serviços jurídicos

Depois que o escritório conseguir os clientes, como fará para garantir que os clientes sejam muito bem atendidos?

Nesse ponto, é importante que o escritório defina como serão executados os serviços jurídicos.

Em um primeiro momento, o advogado centralizará todas atividades de sua especialidade em si próprio.

Entretanto, com o crescimento do escritório, naturalmente, o advogado começará a ficar sobrecarregado.

Além disso, podem surgir serviços que não são da especialidade do escritório e/ou não são da localidade em que ele reside.

Nestes casos, estruturar um sistema de parcerias jurídicas pode ser interessante. Atualmente, já existem soluções que permitem a criação de equipes jurídicas remotas e a realização de parcerias jurídicas online.

Além disso, é importante definir com clareza quais os processos internos para execução das demandas e comunicação com o cliente.

Por exemplo:

  • Qual é o fluxo de execução de um serviço jurídico? Quando os advogados devem comunicar com o cliente? Em quanto tempo deve ser ajuizada uma ação?
  • O que fazer quando o cliente estiver insatisfeito? O que fazer quando surgirem várias demandas urgentes na mesma semana?

Para a definição de processos e prazos, leia o Artigo: “Controle de Processos e Controle de Prazos: Dicas e Ferramentas”.

Ao analisar todos os processos internos, pode ser que você encontre gargalos e oportunidades para aplicação da tecnologia e inovação em seu escritório.

Nesse caso, você pode buscar alguma Lawtech ou Legaltech, ou outra ferramenta digital gratuita para aumentar a eficiência do seu escritório.

Conclusão

Com o mercado jurídico saturado, é cada vez mais difícil que um escritório de advocacia (sejam grandes escritórios ou pequenos escritórios) se torne bem-sucedido exclusivamente devido à especialidade técnica dos advogados.

Atualmente, os clientes exigem cada vez mais dos advogados.

Por isso, é importante o alinhamento da identidade organizacional, a estruturação de uma estratégia sólida de captação de clientes e a criação de processos claros para garantir que o cliente saia satisfeito.

A entrega de serviços jurídicos com qualidade, atualmente, é o mínimo que um profissional precisa fazer.

Se quiser saber mais sobre como abrir um escritório de advocacia 4.0 e fazê-lo crescer de forma exponencial, estude alguns dos materiais que indicamos ao longo desse texto. Ou, se preferir, veja a aula sobre como criar um planejamento estratégico para seu escritório de advocacia em 2020, parte do nosso curso gratuito:

Você já aplicou alguma das técnicas descritas aqui em seu escritório? Conte sua experiência nos comentários!

Caso queira algum apoio específico, entre em contato com a nossa equipe de especialistas. Será um prazer te ajudar!