Branding Jurídico: O que é e por que investir nisso?
Branding Juridico: importancia e relevancia de uma boa estratégia de gestão de marca para o escritório de advocacia Branding Juridico: importancia e relevancia de uma boa estratégia de gestão de marca para o escritório de advocacia

Qual a importância do Branding Jurídico para o seu escritório de advocacia?

7 minutos para ler

Uma das vertentes de uma boa estratégia de Marketing Jurídico é saber trabalhar a gestão de sua marca. Em outras palavras, seu branding, ou branding jurídico (didaticamente mais específico para a área advocatícia). Você sabe o que é isso, ou qual a importância do Branding? Continue conosco para entender melhor!


Sabe qual é a importância do Branding Jurídico para os advogados? Essa pergunta é bastante pertinente, pois com as estratégias de fortalecimento de marca torna-se possível conquistar mais clientes e se destacar no mercado. No entanto, o Código de Ética da OAB impõe algumas limitações na divulgação dos serviços de advocacia.

Então, será que é possível divulgar os serviços seguindo as normas da Ordem dos Advogados do Brasil? Fique tranquilo, pois é perfeitamente possível. Caso tenha dúvidas sobre o tema, continue lendo o artigo, pois ele feito especialmente para você.

Neste post explicaremos qual é a importância do Branding Jurídico, forneceremos dicas que o ajudarão a conciliar uma estratégia de fortalecimento de marca com o Código de Ética da OAB e também ensinaremos a trabalhar a gestão de marca no seu escritório de advocacia. Acompanhe a seguir.

O que é Branding?

Antes de destacarmos a importância do Branding Jurídico, é necessário explicarmos o que é o Branding. Essa prática faz referência à gestão de estratégias de marca com a intenção de desenvolver uma imagem positiva nas pessoas em relação a um produto ou um serviço.

As marcas devem ter estratégias planejadas, estruturadas e geridas para alcançarem bons resultados. Dessa forma, será possível ter mais visibilidade, aumentar relevância no mercado e fazer com que a marca ganhe autoridade e credibilidade.

Qual a importância do Branding Jurídico?

O mercado jurídico tem se tornado cada vez mais competitivo. Antigamente, um diploma em Direito com a aprovação no exame da OAB era a garantia de sucesso profissional.

Porém, o diploma e a aprovação no exame, por si só, não são suficientes para garantir o sucesso na profissão e também no escritório de advocacia.

Atualmente, há mais de 1 milhão de advogados cadastrados na OAB. Dessa forma, é necessário desenvolver diferentes estratégias para se destacar no mercado e existem vários fatores que influenciam nisso.

Alguns desses fatores são:

  • a formação acadêmica;
  • as experiências profissionais;
  • o networking; e
  • o investimento em marketing.

É justamente nesse contexto que entra a importância de se trabalhar uma estratégia de Branding Jurídico

Isso porque o Branding garantirá o posicionamento adequado da sua marca perante seu potencial cliente e trabalhará a construção da sua imagem como autoridade dentro de sua área. Com isso, aumentam-se as chances de você conseguir ministrar palestras, dar entrevistas e participar de outros eventos que podem ajudar a melhorar a sua imagem no mercado.

Em uma análise inicial, essas estratégias podem até parecer difíceis e desafiadoras. Porém, elas o auxiliarão a conquistar mais clientes e, consequentemente, a aumentar as receitas do seu escritório de advocacia.

Como conciliar uma estratégia de branding com o Código de Ética da OAB?

Sabemos que o Código de Ética da OAB prevê algumas limitações na divulgação de serviços de advocacia. No entanto, o branding é fundamental para os profissionais do ramo jurídico se destacarem no mercado. Nesse contexto é comum surgir a seguinte dúvida: como conciliar a estratégia de branding com o código?

Com o advento da internet surgiram inúmeras possibilidades de divulgação. Entre elas estão os sites ou blogs e também as redes sociais (Facebook, Instagram, LinkedIn etc). Você pode aproveitar esses canais para produzir conteúdos relevantes e que possam ajudar as pessoas a resolverem os problemas.

Além disso, é necessário estar atento em relação às restrições do Código de Ética da OAB. Entre algumas ações de marketing que não podem ser feitas estão:

  • divulgação dos serviços de advocacia nos seguintes meios de comunicação: rádio, cinema e televisão;
  • divulgação dos serviços com outras atividades profissionais (seria o caso de, por exemplo, um escritório de Contabilidade divulgar o de advocacia);
  • fazer publicidade prometendo resultados ou mesmo o ganho de uma determinada causa;
  • inscrições em muros ou paredes. Nesse caso, a única exceção fica por conta da divulgação feita no próprio escritório de advocacia.

Não fazendo as ações que são proibidas pelo Código de Ética, você conseguirá divulgar os seus serviços de maneira eficiente e, ao mesmo tempo, respeitar as normas.

Qual a relação entre gestão de marca e o Marketing Jurídico?

Não há muitos segredos em relação a essa pergunta, pois são temas relacionados. A gestão de marca ajuda os escritórios a definirem o próprio propósito, a comunicação e as características de sua marca. É interessante que esses elementos sejam únicos, pois se tornarão grandes diferenciais no seu trabalho.

A gestão de marca ajuda a melhorar os resultados das estratégias direcionadas ao Marketing Jurídico, pois contribui para a formação de uma imagem positiva do escritório aos clientes.

Essa questão acontece porque com a gestão da marca, há o planejamento da imagem do escritório. Com um bom plano, torna-se possível obter bons resultados nas estratégias de marketing.

Como trabalhar a gestão de marca em seu escritório de advocacia?

É muito importante construir diferenciais para que o seu escritório seja lembrado como único no mercado. Você pode, por exemplo, prezar pelo bom atendimento e ajudar as pessoas, focar em ser referência na sua região em uma ou algumas áreas jurídicas como o Direito Tributário, Previdenciário, ou mesmo mais específico como Direito Odontológico, entre outras estratégias.

Para definir essas questões é necessário, antes, ter um bom planejamento, pois essa prática dará um direcionamento sobre o que deve ser feito. Na sequência do post forneceremos dicas que o ajudarão nisso.

Planejamento estratégico de marca: passo a passo?

O primeiro passo é definir a missão, visão e os valores do escritório. A prática auxiliará a dar um direcionamento inicial para as ações a serem desenvolvidas.

Na sequência, é necessário definir quais serão os objetivos do escritório. Pode ser, por exemplo, aumentar a receita, ganhar reconhecimento no mercado, entre outros.

É necessário também fazer a análise das questões internas (seus pontos fortes e fracos) e externas. Em relação ao último ponto, é preciso estar atento em relação ao microambiente (análise da concorrência e dos clientes) e macroambiente (questões externas que podem influenciar indiretamente no seu trabalho, como aspectos políticos, tecnológicos, econômicos etc.).

O conhecimento das questões internas e externas é muito aplicado no mundo empresarial e essa prática é conhecida como análise SWOT. Ela possibilita o conhecimento da realidade da empresa e, com isso, torna-se possível posicionar de forma adequada no mercado e fazer um bom planejamento de marca.

O Branding Jurídico é fundamental para os advogados se diferenciarem em um mercado tão concorrido. As estratégias de gestão de marca podem parecer complicadas inicialmente, no entanto, elas serão fundamentais para você conquistar mais clientes e se tornar uma autoridade no seu ramo de atuação.

Você gostou deste post sobre a importância do Branding Jurídico para os advogados? Cadastre o seu e-mail e receba semanalmente outros conteúdos incríveis sobre o tema.

Posts relacionados

Deixe um comentário